Esporte ESCÂNDALO

Pai de Neymar Jr. se pronuncia sobre projeto de Lei 'Neymar da Penha' e pede justiça

Neymar da Silva Santos e Neymar Jr.;
Neymar da Silva Santos e Neymar Jr.; Instagram/Reprodução


Pai do jogador acusado de estupro fala sobre Projeto de Lei que pretende proteger filho: ''Neymar da Penha''

O caso envolvendo Neymar Jr. e a jovem Najila Trindade Mendes de Souza, que o acusou de tê-la estuprado no dia 15 de maio, está tomando grandes proporções!

Após muitas entrevistas e pronunciamentos, o pai do jogador da seleção brasileira resolveu falar sobre a criação do projeto de lei que está circulando sobre o caso do filho. Criado pelo deputado federal Carlos Jordy, do PSL, a PL 3368/19 conhecida como "Lei Neymar da Penha", visa aumentar a pena para pessoas que fazem falsas acusações de crime de "dignidade sexual". Protocolada na última quinta-feira, 6, a novidade chegou aos ouvidos da família Silva Santos e não agradou muito.

Mais Notícias

Nesta manhã de sexta-feira, 7, o empresário falou sobre o que pensa em sua conta do Instagram e fez questão de ressaltar que prefere que: "Se um dia for feita uma lei em seu nome, que seja pela valorização do esporte, pois o futebol é o que move sua vida e a razão pela qual ele é conhecido."

"Agradecemos imensamente o apoio de todos e compreendemos a boa intenção da iniciativa de projeto de lei. Mas, a única coisa que queremos nesse momento é justiça. Ver uma lei ser feita em nome do meu filho, por conta desse lamentável episódio, não me deixa nada feliz. Meu filho quer apenas a verdade e a paz de volta.", reforçou.

Neymar pai também comentou sobre os avanços dos direitos das mulheres como a "Lei da Maria Penha". "Assim como também entendemos como importantes as leis que protegem as pessoas de acusações indevidas. Mas, isso não pode ser confundido com o caso do meu filho. 
A única coisa que queremos, no momento, é provar a verdade desse caso, a inocência dele.", finalizou a mensagem emocionante.

ENTENDA O QUE ROLOU ATÉ AGORA

Conforme o documento registrado na sexta-feira, 31, na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em Santo Amaro, na capital paulista, o caso teria ocorrido no dia 15 de maio, em Paris. Segundo apuração do UOL Esporte, Najila teria conhecido o craque pelo Instagram. Após conversa, ficou acertado, por meio de um amigo do jogador, chamado de Gallo, que ela receberia passagem e hospedagem para viajar à França para conhecer Neymar.

De acordo com o relato, a mulher ficou hospedada a partir de 15 de maio no Sofitel Paris Arc Du Triomphe e, por volta das 20h, Neymar teria chegado embriagado ao hotel. No depoimento, a vítima afirmou que o jogador ficou agressivo e manteve relação sexual sem consentimento. Abalada emocionalmente, ela voltou ao Brasil dois dias depois do ocorrido, em 17 de maio, mas só agora resolveu se pronunciar, pois estava psicologicamente abalada.

Nos últimos dias, o ex-marido, Estivens Alves, que teria tomado uma facada de Najila, também se pronunciou para defender o filho deles.

Um vídeo de aproximadamente 1 minuto também foi vazado na web e mostra o atleta e a modelo no quarto de hotel em Paris, em meados de maio. No vídeo, que foi divulgado pela Record, os dois estão no segundo encontro - confirmado pelo pai do craque. Nas imagens, é possível ver a loira partindo para cima de Neymar e dando tapas no atacante do PSG. "Mas eu vou te bater. Sabe por quê? Porque você me agrediu ontem e me deixou aqui sozinha", diz. Neymar Jr. então rebate: "Calma, calma".

Segundo a defesa da jovem, o vídeo na íntegra tem aproximadamente 7 minutos. De acordo com o UOL Esportes, a defesa da vítima não comentará o vídeo vazado!

 Neymar Jr. chegou ao Rio de Janeiro de jatinho na última noite de quinta, 6,  para depor na delegacia.  Após ter sofrido uma lesão e ter mostrado seu estado físico, Neymar se deslocou no local de cadeira de rodas e muletas. Ainda um áudio da conversa deles foi vazado. Na gravação, Najila Trindade relembra a sua versão da história e acaba atacando o jogador. 

VERSÃO DELA

Najila Trindade  deu entrevista pela primeira vez sobre o caso de estupro, na noite da última quarta-feira, 5, no SBT. Em conversa com Roberto Cabrini, a loira afirmou que foi violentada em 15 de maio, quado foi a Paris para se relacionar sexualmente com o atacante do PSG. 

"Eu perguntei se ele trouxe preservativo e ele disse não. Então comentei que não aconteceria nada. Ele estava agressivo, bem diferente das mensagens. Ele começou a me bater e começou a me machucar. Pedi para ele parar e ele continuou. Ele me virou, cometeu o ato e continuou me batendo violentamente", revelou a jovem que mantia contato com o ídolo de futebol pelo WhatsApp.

"Fiquei em estado de choque. Não consegui chorar e nem falar nada. Não consegui reagir no primeiro momento. Depois, se eu não falasse normalmente com ele, ele não falaria mais comigo e eu não poderia provar. Quero justiça, estou traumatizada e quero que ele pague pelo que ele fez. Não precisava ter feito aquilo comigo", declarou a estudante de Design de Interiores.

Confira o pronunciamento abaixo:

Instagram/Reprodução

Assista: NEYMAR JR SE DEFENDE, EXPÕE CONVERSA E PAI FAZ REVELAÇÃO

 

por CARAS Digital
Atualizado sexta 7 junho, 2019 (321437) | 20/08/2019 20:30:19

Mais conteúdo sobre:

ASSINE E GANHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 Michel Teló derrete a esposa ao cantar e tocar piano para os dois filhos Michel Teló toca piano para Thais Fersoza e os filhos
  2. 2 Karina Bacchi mostra boa forma em treino e impressiona
  3. 3 Ludmilla faz a temperatura subir ao posar de biquíni
  4. 4 Taylor Swift cria playlist revelando trechos do álbum Lover
  5. 5 Eliana ganha presente especial dos 'Irmãos à Obra'
  6. 6 Miá Mello abre o jogo sobre julgamento na maternidade
  7. 7 Evaristo Costa compartilha momento de lazer na web
  8. 8 Daniel comemora ingressos esgotados de show em São Paulo
  9. 9 Millie Bobby Brown lança linha de cosméticos veganos
  10. 10 Estúdios não entram em acordo sobre futuro do Homem-Aranha!