Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Cinema / UAU!

Bruna Marquezine revela valor milionário de seu cachê para Besouro Azul; saiba quanto

Ao lado de Xolo Maridueña, Bruna Marquezine embolsou alto cachê por Besouro Azul

Mariana Arrudas Publicado em 13/09/2023, às 11h15 - Atualizado às 14h50

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
A atriz Bruna Marquezine - Foto: Reprodução/Instagram @brunamarquezine
A atriz Bruna Marquezine - Foto: Reprodução/Instagram @brunamarquezine

Bruna Marquezine se tornou mais uma brasileira a desbravar os projetos internacionais de cinema com seu papel em Besouro Azul, novo filme da DC Comics. A atriz interpretou Jenny Kord, dupla do herói Jaime Reyes (Xolo Maridueña).

De acordo com o site The Hollywood Reporter, Bruna Marquezine teria recebido US$ 170 mil de cachê, cerca de R$ 830 mil. Maridueña, ator principal de Besouro Azul, teria desembolsado US$ 850 mil, o que equivale a R$ 4 milhões na cotação atual.

A publicação explica que, por a atriz ser estreante em Hollywood seu salário seria mais baixo —mesmo que em um papel de destaque. Atores que estão começando a carreira costumam ganhar entre US$ 150 mil e US$ 300 mil, o que varia entre R$ 720 mil e pouco mais de R$ 1 milhão.

Leia também:Xolo Maridueña faz declaração apaixonada para Bruna Marquezine

Adriana Barraza, que vive a vovó Nana no filme, teria recebido US$ 350 mil. Já Elpidia Carrillo, que interpreta a mãe de Jaime Reyes, teria ganhado US$ 200 mil. Susan Sarandon, veterana de Hollywood que dá vida à vilã do filme teria recebido apenas US$ 150 mil.

Além disso, o salário de Bruna Marquezine ainda pode crescer dependendo que quanto o filme arrecadas nas bilheterias. Besouro Azul se tornou top 1 nas bilheterias norte-americanas, tirando  Barbie da posição onde permaneceu por quatro semanas. 

Recentemente, a atriz lamentou não poder divulgar a produção por conta da greve em Hollywood, que começou em julho: “É triste não poder divulgar o filme como ele merece e como a gente gostaria, mas é muito gratificante e emocionante ver o apoio das pessoas."

"A parte que mais dói é não ter tido a oportunidade de falar para o meu público e para o Brasil sobre a importância que esse filme tem para a gente", completou a atriz em papo com jornalistas durante um festival de música em São Paulo.