tv Eita!

Lima Duarte fala de política e comenta sobre Regina Duarte: ''Me lembrou a história da Chapeuzinho''

Em papo com Pedro Bial, Lima Duarte relembra convite para a política, fala sobre Regina Duarte e atual governo

CARAS Digital Publicado sexta 22 maio, 2020

Em papo com Pedro Bial, Lima Duarte relembra convite para a política, fala sobre Regina Duarte e atual governo
Lima Duarte fala de política e comenta sobre Regina Duarte - Manuela Scarpa/PhotoRio

Lima Duarte bateu um papo com Pedro Bial, no programa Conversa com Bial, da TV Globo!

Na madrugada desta sexta-feira, 22, o ator relembrou convite para a política e falou sobre Regina Duarte e o atual governo.

Ele contou sobre quando foi convidado para ser vice-presidente de Mário Covas e concorrer à Presidência da República em 1989. 

"Após concluir a gravação do último capítulo da novela 'O Salvador da Pátria', me levaram para São Paulo, para me encontrar com o Mário Covas na casa dele". "Quem dirigiu o carro, um Chevrolet Opala, do aeroporto até a casa do Covas foi o Fernando Henrique Cardoso", falou.

"Chegando lá, veio a surpresa: me disseram que o candidato perfeito para ser vice do Mário Covas e concorrer à Presidência era eu, ou melhor, o Sassá Mutema, o meu personagem na novela. Eles já tinham articulado tudo". Nesse momento, o ator imitou o slogan da campanha que lhe foi mostrado: "Era assim: 'O sonho não acabou. O sonho tenta o poder. Sassá Mutema é o nosso candidato a vice-presidente'", disse ainda.

"Na época, a Maitê [Proênça] brincou comigo: 'Vai lá. De repente, o homem morre do coração e você vira presidente", relembrou Duarte, que não aceitou o convite. "Nunca vi nenhum ator, ou atriz, entrar para a política e dar certo", disparou, se referindo ao caso de Regina Duarte, que deixou de ser secretária especial da Cultura do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) após dois meses no cargo.

"Regina caiu quando entrou", comentou Lima. "Me lembrou a história da Chapeuzinho Vermelho. A Chapeuzinho perdida encontrou com o lobo, se abraçaram, vamos casar, não casou, vamos casar, casou. Eu estava esperando o resultado do casamento, e ele jantou ela".

Sobre o atual governo, Lima disparou: "Essas barbaridades não me assustam mais. Tomar Tubaína? O que é isso, hein? Não dá mais para pensar sobre isso, não dá para responder, não dá para analisar. Eu não quero mais ouvir falar nisso, não quero".

Receba notícias da CARAS Brasil no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!

Último acesso: 01 Jul 2020 - 23:40:17 (352477).