Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Clara vence Lívia no tribunal e consegue a guarda de Tomaz

A vingativa finalmente conquistará o direito de cuidar de seu filho

CARAS digital Publicado em 09/04/2018, às 11h10 - Atualizado em 15/01/2019, às 13h33

Clara em O Outro Lado do Paraíso - Divulgação/Reprodução/TV Globo
Clara em O Outro Lado do Paraíso - Divulgação/Reprodução/TV Globo

Os passos de Clara continuam sendo certeiros. Após conseguir se vingar de todos aqueles a prejudicaram no passado, chegou a vez de Lívia (Grazi Massafera) pagar pelas suas mentiras e armações ao lado da mãe, Sophia.

Clara (Bianca Bin) vai à julgamento contra a ex-cunhada para conseguir recuperar a guarda do filho, Tomaz, o qual foi criado por Lívia desde que a vingativa caiu em uma emboscada e acabou internada em uma clínica psiquiátrica sem necessidade.

No tribunal, a responsável por comandar o processo será a juíza Raquel (Erika Januza), que manterá firme suas razões, mesmo com os delírios e surtos de Lívia após a decisão final. "Estamos aqui para julgar o processo de guarda do menor Tomaz Tavares Montserrat, atualmente sob tutela da avó paterna, que não pode estar presente", dirá Raquel.Sophia não estará na corte pois terá sofrido um AVC durante seu julgamento de homicídio de 5 pessoas

"Eu tenho aqui o relatório da assistente social, tanto sobre a maneira como Tomaz é tratado no lar onde vive como nos encontros com a mãe biológica. Tenho amplo conhecimento sobre o caso. Mas estou aqui para fazer justiça. O pai do garoto, Gael Montserrat(Sergio Guizé), abriu mão da guarda, favorecendo a requerente, Clara Tavares", continuará Raquel.

Gael defenderá sua posição e a juíza relembrará que a tia do garoto, Lívia, também entrou com um pedido para a guarda do menor "Doutora, eu imploro. Não tira o Tomaz de mim. Minha vida não vai ter nenhum sentido. Ele pode ter nascido da barriga dela, mas também sou mãe. Não permita que ele fique longe de mim", dirá Lívia"Eu sempre cuidei do Tomaz, desde bebê. É como se fosse meu filho. Ele me chama de mãe. Excelência, o que importa é meu amor pelo menino. E o amor que ele tem a mim. Pro Tomaz, eu sou a mãe dele", continuará.

Clara rebaterá a algoz relembrando tudo o que fizeram com ela quando Tomaz ainda era um bebê "Eu também queria ter visto meu filho crescer. Mas Lívia, você se uniu à sua mãe para me internar naquele hospício. E para roubar o meu filho. É isso que ela fez. Roubou o meu filho quando ainda era bebê", dirá.

Clara sairá vitoriosa do julgamento, o que provocará uma crise de fúria em Lívia"É maracutaia. Você é amiga da Clara. Já tinha decidido o processo antes de entrar nesta sala. Vou recorrer", gritará a vilã.

"A atual responsável pela guarda, Sophia Montserrat,está em tratamento médico. Não sabemos quando e como vai se recuperar. Ainda tem um processo criminal pela frente. A guarda deve ser dada à pessoa que tem um laço de sangue mais forte com o menor. A própria mãe. Recorra quantas vezes quiser. É seu direito. Nenhum juiz tomará decisão diferente", concluirá a juíza.

A VINGANÇA DE CLARA

Após 10 anos internada em um hospício, Clara herda a fortuna de uma forte aliada que conquistou durante seu tempo no manicômio: Beatriz (Nathalia Timberg). A mocinha volta para Palmas com o intuito de recuperar seu filho e se vingar daqueles que ajudaram Sophia (Marieta Severo). Fundamentais para o plano da malvada, seus cúmplices também entraram na lista da vingativa.                                   

O primeiro alvo foi o psiquiatra, que a mando da megera escreveu o laudo usado para interná-la. Clara revelou para todos o caso secreto entre o médico Samuel (Eriberto Leão) e o motorista Cido (Rafael Zulu). Casado com uma enfermeira, o médico ficou completamente desmoralizado na cidade após a revelação.        

O segundo foi Vinícius (Flávio Tolezani), o delegado da cidade, que encobria as denúncias dos ataques agressivos de Gael contra Clara. Dessa vez a jornada da moça também trouxe justiça para a enteada do policial, que era molestada por ele quando criança. Levado ao tribunal o pedófilo foi condenado e mais tarde assassinado na cadeia.  O juiz Gustavo (Luis Melo) se aliou a Sophia, separou a mocinha de seu recém-nascido e decretou sua interdição. O que ele não esperava é que ela descobrisse que na verdade o juiz era sócio do bordel da cidade e também traía sua esposa com as funcionárias do lugar.

Clara contou com a ajuda de Renato (Rafael Cardoso), mas prestes a se casar com o médico ela descobriu que ele também estava envolvido na trama para conseguir as esmeraldas. A vingadora o desmascarou em pleno altar

Desde o retorno triunfal da mocinha, Sophia e sua família já começaram a sentir o peso da vingança de Clara, e a malvada terminou passando um tempo presa e multada por trabalho escravo nas minas de esmeraldas. O ex- marido também não passou impune. Durante um encontro armado pela protagonista, Gael (Sérgio Guizé) tentou agredir e agarrar Clara, mas ela escapou e conseguiu provar que ele era um perigo em liberdade. O filho de Sophia terminou preso, mas, agora, em busca de redenção, ele tenta ajudá-la a fazer justiça.  

__________________________________________________________________________________

Mariano anuncia mudanças no visual e promete radicalizar​