tv saúde

Ana Furtado abre o coração durante viagem em família: ''Valorizo ainda mais cada coisa''

Na luta contra um câncer de mama, a apresentadora agradeceu a preocupação dos fãs

CARAS Digital Publicado quarta 11 julho, 2018

Na luta contra um câncer de mama, a apresentadora agradeceu a preocupação dos fãs
Ana Furtado - reprodução/instagram

Ana Furtado emocionou aos seguidores com um relato sobre sua experiência durante a viagem para Ibiza durante seu tratamento contra o câncer de mama. Pelo instagram, ela dividiu uma foto enquanto tomava banho de mar.

Na legenda, ela abriu o coração sobre como enxerga a vida após descobrir a doença e garantiu que valoriza muito mais os detalhes da rotina após diagnóstico. " Esses foram os 10 minutos de sol e mar mais maravilhosos e intensos da minha vida! Para quem ficou preocupado sobre a minha exposição solar, quero dizer que estou sendo orientada pelos meus médicos, ficando no máximo 15 minutos no sol/dia com protetor 100 FPS em um horário adequado. Além do maiô com proteção solar e roupas e chapéu com o mesmo tratamento FPS. Agora mais do que nunca valorizo ainda mais cada coisa, cada situação simples do dia a dia. Passear no sol, caminhar ao ar livre, subir escadas, correr... tudo está diferente e mais cansativo, mas é passageiro. Eu confio em Deus que em breve tudo isso será a lembrança dessa lição valiosa de vida que tenho vivido", escreveu a apresentadora. 

A viagem estava programada desde novembro de 2017 e a loira afirmou que nunca teve dúvida de que conseguiria estar ao lado de Boninho, da Filha e de toda a família mesmo durante a químioterapia. "Em nenhum momento duvidei de que estaria aqui! Nesse momento meus olhos se enchem de lágrimas ao lembrar que tive a certeza de que esse seria um desafio pessoal incrível e que eu seria capaz com a ajuda deles. Uma meta mais do que especial para celebrar a vida e a família. E aqui estamos nós! Unidos e felizes”, disse ela.

MUDANÇA

Apesar de se manter animada, a morena vem sofrendo um pouco com os efeitos colaterais da medicação. "Dá um pouco de cansaço e fadiga, mas faz parte, jogo que segue. Amanhã eu vou estar melhor", garantiu ela.

Sempre preocupada com a saúde, Ana revelou que teve que diminuir a intensidade de seus treinos"Os médicos não apenas não proíbem como também incentivam a prática de atividades físicas, mas é claro que as pessoas são únicas e os organismos respondem de forma distinta a diferentes tratamentos. Então, a primeira coisa é: consulte seu médico. A minha rotina está mais leve. Não é recomendado se exercitar à exaustão porque isso pode vir a comprometer a imunidade e, por consequência, deixar o organismo mais exposto a possíveis infecções", esclareceu ela.

"A atividade física me estimula, me faz sentir viva e está contribuindo para reduzir os efeitos colaterais da quimio e o risco de depressão – muito comum em pacientes em tratamento contra o câncer. Um dos efeitos colaterais é a fadiga. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer dos Estados Unidos, entre 72% e 95% dos pacientes são afetados por esse cansaço extremo, que pode resultar na diminuição significativa da qualidade de vida. Estudos mostram que a prática diária de exercício pode diminuir a intensidade desse sintoma em até 50%. Assim, sigo com minha rotina de exercícios, respeitando os limites do meu corpo, e com acompanhamento médico constante!", finalizou ela. 

 

 

Agradecendo por estar aqui! Esses foram os 10 minutos de sol e mar mais maravilhosos e intensos da minha vida! Para quem ficou preocupado sobre a minha exposição solar, quero dizer que estou sendo orientada pelos meus médicos, ficando no máximo 15 minutos no sol/dia com protetor 100 FPS em um horário adequado. Além do maiô com proteção solar e roupas e chapéu com o mesmo tratamento FPS. Agora mais do que nunca valorizo ainda mais cada coisa, cada situação simples do dia a dia. Passear no sol, caminhar ao ar livre, subir escadas, correr... tudo está diferente e mais cansativo, mas é passageiro. Eu confio em Deus que em breve tudo isso será a lembrança dessa lição valiosa de vida que tenho vivido.

Uma publicação compartilhada por Ana Furtado (@aanafurtado) em

Último acesso: 07 Aug 2020 - 16:17:54 (304016).