Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Personalidades são homenageadas no Troféu Raça Negra em SP

Gaby Amarantos, Érika Januza, Mano Brown e outros artistas se reuniram na Sala São Paulo em noite solene

Redação Publicado em 21/11/2018, às 17h46 - Atualizado às 17h47

Personalidades são homenageadas no Troféu Raça Negra em SP - Paulo Santos
Personalidades são homenageadas no Troféu Raça Negra em SP - Paulo Santos

A emoção foi intensa durante a 16º edição do Troféu Raça Negra, uma parceria entre a ONG Afrobras e a Faculdade Zumbi dos Palmares, que homenageia personalidades negras e não negras que lutam contra a intolerância racial. “A justiça, a igualdade e a liberdade que nós queremos para os negros é a mesma que nós queremos para qualquer brasileiro. E onde não tiver nenhum desses itens, o Brasil estará pela metade”, disse José Vicente, reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares.

A entrega aconteceu na Sala São Paulo, na capital paulista e, apesar da chuva, o auditório ficou lotado com os convidados de vários lugares do Brasil, como Gaby Amarantos, Mônica Martelli, Érika Januza, Netinho de Paula e Mano Brown, que foi o grande homenageado da noite, por todo o seu trabalho com o grupo de rap Racionais MC's. “Eu nasci em um ventre de um pedaço da África que, por engano, foi parar na Bahia! E eu procuro honrar a minha parte negra com a minha vida. É muito gratificante poder participar desse evento. A raça negra é linda, mas a gente precisa ocupar os espaços”, discursou o rapper, emocionado, com o troféu nas mãos.

A escritora Kenia Maria e o rapper Thaíde foram os mestres de cerimônia da noite, que contou com vários números musicais, como o Hino Nacional cantado por Fafá de Belém e a homenagem ao guerreiro Zumbi dos Palmares feita pelo sambista Martinho da Vila. “Se nós, enquanto sociedade, não estivermos mobilizados, nada acontece. Não ao preconceito”, exaltou Fafá, aplaudida de pé. Outras personalidades que foram laureadas estão o presidente do Supremo, Dias Toffoli, e a vereadora Marielle Franco, morta a tiros no Rio de Janeiro.

No fim, os agraciados se juntaram no palco, para um grande baile, que teve Netinho de Paula, Max de Castro e o rapper Dexter comandando o som, ao lado do Coral da instituição.