Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

[EXCLUSIVO em CARAS] Viviane Araújo comenta fim de namoro: "Continuamos amigos e bola pra frente"

Solteira, atriz descansa e aproveita belo cenário brasileiro

CARAS Publicado em 10/05/2018, às 09h51 - Atualizado às 11h07

Viviane Araújo - Marcos Salles
Viviane Araújo - Marcos Salles

Para Viviane Araújo, a felicidade é estar bem consigo mesma. E ela afirma que está, apesar do fim do relacionamento com o engenheiro civil Klaus Barros. “Estávamos namorando desde janeiro, mas acabou. Estávamos nos conhecendo, nos descobrindo, mas, infelizmente, não deu certo. Continuamos amigos e bola pra frente. Vida que segue”, esclareceu a atriz, que não se importa em demonstrar nas redes sociais seus momentos de felicidade. “Não tenho porque ficar escondendo. Só acho engraçado que se você posta muito, está demais, e se demora para postar as pessoas deduzem coisas erradas. Isso, às vezes, me revolta”, afirmou Viviane, que passou um final de semana curtindo o sol cearense a convite de CARAS e do Vila Galé Cumbuco, no Ceará.

Ela, geralmente, vai à região na correria do trabalho, mas não dessa vez. “Consegui dar uma relaxada e descansar um pouco. Adoro praia, sol e este clima do Nordeste”, explicou a carioca. Em meio ao descanso, muita emoção ao descer o famoso “esquibunda”, na Lagoa Parnamirim. “Achei que fosse pagar um mico e rolar na areia, mas foi divertido. Não sou medrosa, eu encaro. Fiz direitinho, como o rapaz ensinou, com as mãos para trás e corpo reto”, contou Viviane, que, em junho, começa a preparação para viver Neide, uma mulher que guardará um grande segredo emO Sétimo Guardião, a próxima novela de Aguinaldo Silva, prevista para novembro, na TV Globo.

Com a vida profissional agitada, a atriz também aguarda o início das filmagens de dois longas, um de suspense, de Marcos Pimenta, e uma comédia com Rodrigo Sant’Anna. Assim que começarem os ensaios para o carnaval, mais para o fim do ano, Vivi também poderá ser vista na quadra do Salgueiro, na Tijuca, Rio de Janeiro. “É muito amor, muita entrega, verdade no que eu sinto, no que faço e na minha dedicação com a escola. É a minha segunda família. Quando acabam os ensaios, o carnaval, dá uma depressãozinha, sabe? Amo o Salgueiro! Quando não estou trabalhando, sempre estou nos ensaios. Não troco por nada, por nenhuma balada. E também procuro estar em todas as festas comemorativas da Mancha Verde, em São Paulo”, disse a rainha de bateria das duas escolas.

– Você tem quase 6 milhões de seguidores no Instagram. A que deve tantos fãs?

– Me considero uma pessoa popular. Ser do carnaval, do samba, me aproxima bem da massa. Também pelo meu carisma, por minha história de vida. Em 2012, ganhei o reality A Fazenda, na Record TV. Em 2014, estreei nas novelas com Império, e, em 2015, fui vencedora do Dança dos Famosos, do Faustão.

– Eles dão palpite na sua vida?

– Se metem em tudo! É muito engraçado, pois são ciumentos, mas torcem muito para que eu seja feliz. Tenho vários fãs que têm meu nome ou meu rosto tatuados no braço.

– Nesses dias no Cumbuco, você aceitou todos pedidos de fotos. É sempre assim?

– Sempre atendo. É um carinho que a pessoa que me acompanha, me admira e reconhece o meu trabalho, quer receber. Posso estar no pior dia da minha vida, mas sou uma pessoa pública, estou sujeita a isso. Então, é o mínimo que eu posso fazer.

– A liberdade acaba por ser uma pessoa pública?

– Faz parte, não tem jeito. É o preço que se paga por ter fama. As pessoas vão falar o que quiserem. É chato? É, mas vão ler hoje e daqui a dois dias esquecem.

– E quando você lê algo que não é verdade, como se sente?

– Não fico triste e nem vou me enfiar num quarto para chorar, chorar e entrar em depressão, mas fico p... da vida. 

– Como mantém o peso?

– Eu gosto de comer! Tenho 1m65 e estou pesando 63kg. Então, para mim é malhar, treinar, correr. Costumo dizer que malho para isso, só para poder comer, e comer bem. Preciso dar uma secada para a novela porque no vídeo não adianta, fico enorme. Agora, tenho de ser menos gostosa.

– Sua vida tem muitas vitórias. Como lida com as derrotas?

– Se você tem uma dificuldade, em algum momento, aquilo ali vai te servir para alguma coisa, e você só vai entender lá na frente. Não adianta se lamentar ou perguntar o motivo. – Tem o sonho de ser mãe? – Tenho muito. Se Deus me abençoar pelo menos com um filho, tenho uma idade que ainda posso engravidar, mas não é simples. Será lindo. E serei uma mãe coruja, mas não vou tratar minha filha igual a uma princesa que vive num castelo. Vou ser bem pé no chão. Quero ter filhos, sim, e quero ter uma família.