TV Tensão

Irmãos Neto negam cancelamento por falta de público e explicam o que realmente aconteceu

Felipe Neto, Luccas Neto
Felipe Neto, Luccas Neto Reprodução/ Instagram


Os youtbers fizeram questão de esclarecer o acontecido

Luccas e Felipe Neto precisaram cancelar o show que estava previsto para acontecer no Allianz Parque, em São Paulo, no dia 23 de fevereiro e explicaram o motivo através da assessoria de imprensa.

Mesmo com o comunicado oficial expondo as causas que levaram ao segundo cancelamento da atração, surgiram alguns boatos sobre a possibilidade do número de público ter influenciado a escolha.

Mais Notícias

Procurada pela CARAS Digital, a assessoria dos Youtubers negou a informação e revelou o que motivou o primeiro adiamento e reafirmou a causa do encerramento da segunda data. "A informação não é correta! O show a princípio seria realizado no dia 23 de dezembro de 2018. O que aconteceu que fez com que a gente mudasse para 23 de fevereiro, é que milhares de pais pediram para adiar, pois era véspera de Natal e muitos iriam viajar. Foram milhões de pedidos que nós recebemos e então decidimos mudar para 23 de fevereiro. O cancelamento não tem relação com quantidade de público, ele se deve ao motivo exposto na nota emitida", declarou.

De acordo com informações públicas do site de vendas de ingresso do evento, praticamente todas as áreas do estádios estavam com ingresso esgotado antes da decisão de não realizar a atração.

Segundo a nota emitida na quinta-feira, 10, a empresa contratante não estaria cumprindo com algumas regras impostas no documento e por isso o contrato chegou ao fim.“Deve-se a descumprimentos contratuais graves por parte da produtora organizadora do evento. Assim que o problema foi identificado, os irmãos Neto notificaram os envolvidos, rescindiram o contrato com a empresa citada e devolveram todo o cachê que receberam para que o mesmo fosse utilizado na devolução do valor dos ingressos aos pagantes”, declarou. 

Nas redes sociais, Felipe separou um espaço para fazer um desabafo sobre tudo que havia acontecido e aproveitou para pedir desculpas aos prejudicados. "Realmente quero pedir desculpas, do fundo do meu coração, às pessoas que compraram ingresso. Nós fomos vítimas de algo realmente horrível. Fomos contratados para fazer o show, mas infelizmente descobrimos coisas que a empresa terá que responder no tribunal criminal. Fomos prejudicados e perdemos algumas dezenas de milhares de reais por causa disso, mas isso não é nada perto da dor que eu sei que os fãs que tinham comprado ingresso vão sentir. Nós daremos um jeito. Vamos nos organizar e iremos montar um show pra vocês. Do fundo do meu coração, perdão. Não deveríamos ter confiado nas pessoas que confiamos. Vocês são tudo pra mim", escreveu. 

 

por CARAS Digital
Atualizado sexta 11 janeiro, 2019 (311599) | 24/06/2019 17:06:15

Mais conteúdo sobre:

CARAS Recomenda

  1. Cheias de estilo, as mules ganharam variedade de cores e modelos Mules: os sapatos mais confortáveis nessa temporada
  2. Eles dão um toque de sensualidade ao make Batons vermelhos que deixam os lábios poderosos
  3. Compaixão: Um tema muito falado e pouco exercido Fernando Moraes lança título com proposta de gerar reflexão
  4. Têm opções de saltos e materiais para você escolher a sua As botas de salto médio são perfeitas para o friozinho

Receba em Casa

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 Em texto emocionante, Camila Cabello abriu o jogo e revelou que é seu trabalho mais honesto e doloroso Camila Cabello faz revelação chocante sobre novo álbum
  2. 2 Namorada de Rafael Miguel emociona ao relembrar ator
  3. 3 Disney revela faixas que farão parte do filme “O Rei Leão”
  4. 4 Mules: os sapatos mais confortáveis nessa temporada
  5. 5 Benício, filho de Luciano Huck e Angélica, deixa a UTI
  6. 6 Loira flagrada com Bruno Montaleone na praia rebate críticas
  7. 7 Thais Carla sensualiza de lingerie e conquista elogios
  8. 8 Meghan Markle faz mudanças em seu anel de noivado
  9. 9 Scherer bate-boca com seguidor que xingou Sheila Mello
  10. 10 Kardashian perde direitos de marca de cosméticos na justiça