Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

"Gosto de ver as pessoas rindo de mim", diz Gregório Duvivier durante entrevista a Jô Soares

O ator da sitcom Porta dos Fundos falou sobre a experiência nos palcos aos nove anos de idade, quando se deparou com as pessoas rindo dele

CARAS Online Publicado em 02/08/2013, às 12h11 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Gregório Duvivier no Jô Soares - Divulgação/TV Globo
Gregório Duvivier no Jô Soares - Divulgação/TV Globo

Durante entrevista para Jô Soares, o humorista Gregório Duvivier falou sobre o começo de sua carreira nos palcos aos nove anos de idade, o começo de namoro com Clarice Falcão e a participação no musical ao lado do ator Luiz Fernando Guimarães.

Em cartaz com o monólogo “Uma Noite na Lua”, Gregório contou que começou a fazer teatro aos nove anos de idade. “Eu era muito distraído, não me relacionava direito com as pessoas, então meus pais me colocaram no teatro. Fiquei encantado com aquilo logo que eu entrei pela primeira vez no palco. As pessoas riam de mim só pelo fato de eu ser o mais novo, mas mesmo assim aquilo me encantou. Aquele era o lugar que eu queria estar, com as pessoas rindo de mim”, lembra.

+ Gregório Duvivier, do Porta dos Fundos, diz ser fã de Tatá Werneck e chama Eduardo Paes de 'humorista'

Sobre o relacionamento com a cantora e atriz Clarice Falcão, Gregório disse que eles se conheceram por intermédio da irmã mais nova do ator do Porta dos Fundos.

Ela dançava jazz com a minha irmã mais nova. Quando eu assisti a apresentação delas eu me encantei com a Clarice, mesmo ela só tendo treze anos. Não entendo alguém que não seja apaixonado por ela”, contou o humorista.

Após responder à pergunta sobre a namorada,  o ator contou que também escreve poesias. “Eu escrevi um livro de poesias há alguns anos atrás. É uma coisa que eu tenho um pouco de vergonha de contar, foi um projeto meio adolescente que me traz toda  aquela coisa do primeiro livro. Mas prometo que vou juntar mais alguns textos para uma publicação até o ano que vem”, afirmou.

+ 'Porta dos Fundos' ironiza ida para a TV com versão no estilo 'Zorra Total'

Gregório Duvivier também revelou que recorre ao violão para contar piadas que considera ruins. “Eu tenho algumas piadas que acho meio ruins e então decidi contá-las tocando violão, que é outra coisa que eu faço mal. Assim as pessoas só vão perceber que eu toco muito mal”, brinca.

Ele ainda comenta que o sucesso repentino do portal de vídeos Porta dos Fundos foi uma surpresa. “O canal teve um sucesso que a gente nunca imaginou. É uma coisa entre amigos, são esquetes que a gente fazia quase de brincadeira. De repente, a nossa iniciativa tomou uma proporção gigantesca”.

Na entrevista que vai ao ar nesta sexta-feira, 2, o ator também falou sobre sua participação no musical “Como Vencer Na Vida Sem Fazer Força”, junto com Luiz Fernando Guimarães. “Musical é uma coisa ótima de se fazer, eu quero fazer isso para sempre. Tem uma empolgação contagiante, todo mundo dançando e cantando juntos”.

+ Fábio Porchat sonha com férias em menos de um ano de 'Porta dos Fundos'