Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Datas Especiais / Feliz aniversário!

Ela cresceu! Fafá de Belém encanta ao comemorar aniversário da neta

Nas redes sociais, a cantora Fafá de Belém prestou uma bela homenagem no aniversário da neta, Julia, que completou 8 anos

Daniela Santos

por Daniela Santos

dsantos_colab@caras.com.br

Publicado em 06/02/2024, às 17h26

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Fafá de Belém comemora aniversário da neta - Reprodução/Instagram
Fafá de Belém comemora aniversário da neta - Reprodução/Instagram

Fafá de Belém usou as redes sociais para prestar uma bela homenagem para a neta, Julia. A menina, que é filha de Mariana Belém e Christiano Saab, completou oito anos de vida, e ganhou uma homenagem especial da vovó nesta terça-feira, 6. 

Em seu perfil oficial no Instagram, a cantora postou um vídeo em que aparece com a aniversariante e outros familiares na quadra da Império de Casa Verde, que vai homenageá-la no Carnaval 2024, e escreveu uma linda mensagem.

"Ela traz com ela a festa, o desafio, a liberdade e muita, mas muita ALEGRIA! Ela foi a primeira a decorar o samba da @imperiodecasaverde, arrasou de cara na coreo kkkk não é “do nada” que nasceu numa sexta-feira de Carnaval!!! Feliz aniversário, minha amada neta. Que Deus e Nazinha te guardem e conservem este frescor por toda vida!", disse Fafá na legenda da publicação.

Além de Julia, Mariana e Christiano também são pais de Laura, que está com 11 anos. Os dois, vale dizer, estão separados desde 2020.

Confira a publicação: 

Fafá de Belém proibiu a neta de dançar funk

Avó de duas meninas, a cantora Fafá de Belém revelou em entrevista que proibiu a neta de dançar funk. A mãe de Mariana Belém é super próxima das netas Laura e Júlia, e recentemente trouxe ensinamentos sobre o gênero musical para as pequenas.

Em participação no Podcast Vênus, apresentado por Criss Paiva, a cantora revelou que o motivo de proibir a neta de dançar funk foi o uso de termos fortes e a propagação de ideias machistas. "Um dia desses minha neta estava dançando em casa e eu disse: 'Isso não é legal, você tem sete anos'. Não sabe que sinais está lançando com seu corpo. Tem gente muito ruim. Um maluco pode captar da forma errada e você vai sofrer muito", comentou ela. Confira a entrevista completa!