Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Cinema / De volta!

Tô Ryca 2: Samantha Schmütz fala sobre lançar filme na pandemia: ''É parte da vacina''

Em exclusiva, atriz Samantha Schmütz contou como é voltar com personagem aos cinemas após seis anos do primeiro 'Tô Ryca' e durante a pandemia

Nataly Paschoal Publicado em 02/02/2022, às 14h05

Samantha Schmütz fala sobre 'Tô Ryca 2' - Divulgação
Samantha Schmütz fala sobre 'Tô Ryca 2' - Divulgação

Após seis anos do lançamento do primeiro filme, Samantha Schmütz  (43) está de volta com Selminha em Tô Ryca 2.

Gravado antes da pandemia, o longa estreia nesta quinta-feira, 03, nos cinemas brasileiros. Em entrevista exclusiva para a CARAS Digital, a protagonista contou como é retornar com a comédia em um cenário pandêmico.

"Eu acho que é um momento que a gente tá precisando muito se divertir e tem tanta coisa ruim acontecendo, tanta desgraça, que a comédia é mais do que necessária, é como se a gente tivesse precisando agora de uma dose mais forte de alegria, então acho que fazer comédia agora é parte da vacina, é parte do tratamento é do kit covid", disse Samantha.

Outro ponto comentado pela atriz foi o de reencontrar sua personagem após alguns anos de seu lançamento de grande sucesso e aceitação pelo público. 

"Tipo reencontrar a personagem, reencontrar as outras personagens, porque eu, Samantha, encontro Katiuscia da vida, e Luane e Selminha... é como poder dar vida de novo a essas personagens e brincar dela de novo", contou ela.

Samantha Schmütz e seu talento na comédia

Dando vida a várias personagens icônicas como Jéssica do Vai Que Colae a funcionária de Dona Hermínia em Minha Mãe é Uma Peça, Samantha Schmütz consegue fazer Selminha de maneira singular sem deixar que as outras sejam confundidas com a milionária.

Sobre essa habilidade, de dar vida com singularidade a cada personagem, a comediante revelou como que se prepara para isso acontecer.

"Me inspirei muito nas referências que eu tenho quando vou na rua, sou muito observadora o comportamento das pessoas, o jeito de falar, de andar, acabo pegando uma coisa de cada um e vou misturando... me preocupo muito com o jeito de olhar, falando tecnicamente, cada um tem uma maneira de falar de olhar, Selminha tem um negócio aqui na boca", relembrou o trejeito da personagem.

"Minha brincadeira como atriz é me esconder ao máximo, tentar não deixa vazar nenhum pedaço de mim, apesar de emprestar coisas minhas pra personagem. Acho que sou atriz, porque eu descobri essa facilidade de ser atriz, de brincar dessas coisas, de esconder a minha personalidade e pensar em como eu seria naquela situação, fica mais difícil mesmo de esconder a minha e as outras personagens, fui aprendendo, fui criando milhas, horas de voo, a gente vai aperfeiçoando... eu me preocupo muito de não ficar parecida", declarou ela.

Confira o trailer de Tô Ryca 2: