Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
Cinema / Oscar 2019

Glenn Close posa com Yalitza Aparicio e rasga elogios para a indígena: ''Tesouro nacional mexicano''

Recentemente a atriz de 'Roma' sofreu ofensas de diretores, atrizes e apresentadores de televisão

CARAS Digital Publicado em 23/02/2019, às 12h29 - Atualizado às 12h32

Glenn Close e Yalitza Aparicio - Reprodução / Instagram
Glenn Close e Yalitza Aparicio - Reprodução / Instagram

Após Yalitza Aparicio, a protagonista do filme Roma ser ofendida por não ser uma atriz profissional, Glenn Close saiu em defesa da estrela com um post carinhoso nas redes sociais. 

"Yalitza e eu de branco na recepção do Hollywood Women in Film. Ela é um tesouro nacional mexicano inovador", escreveu ela, que concorre junto com Yalitza no prêmio de Melhor Atriz.

Close é a favorita para ganhar a categoria por seu trabalho em A Esposa. No Globo de Ouro ela ganhou e fez um discurso emocionante. "Temos que seguir nossos sonhos", disse ela. 

ENTENDA A POLÊMICA

De origem indígena e sem experiência com cinema, Aparicioencantou a academia com sua personagem no filme Roma. A película da Netflix, dirigida por Alfonso Cúaron, concorre em 10 categorias no Oscar. 

Entretanto, o fato da latina concorrer como melhor atriz sem ser ''profissional na área'' incomodou outras pessoas. "Não é atriz", "não tem vocação nem futuro na área" e tem a "sorte das feias", foram algumas das críticas feitas à atriz. 

Os comentários maldosos foram de diretores, atrizes e apresentadores de televisão inconformados com o sucesso dela. 

A declaração mais recente foi do ator Sergio Goyri, que pediu desculpas depois que vazou um vídeo no qual ele aparece reclamando que tenham "nomeado uma índia" ao Oscar.

Em resposta a declaração, a queridinha por Alfonso afirmou: "Estou orgulhosa de ser uma indígena oaxaqueña e só lamento que haja pessoas que não sabem o significado correto das palavras."

POSICIONAMENTO DE OUTRA PREMIAÇÃO

Na semana passada, foi divulgado que um grupo de atores tentou evitar que Yalitza fosse escolhida como melhor atriz no prêmio Ariel, entregue pela Academia Mexicana de Artes e Ciências – o mais prestigiado do país.

A coordenadora do Festival Internacional de Cinema Morelia, Rossana Barro expôs o ocorrido em seu Twitter. 

"Soube que há um grupo de atrizes mexicanas que está se organizado para pedir à academia de cinema que Yalitza Aparicio não seja considerada para a categoria de melhor atriz", escreveu. 

"É a coisa mais medíocre, patética e vil que já escutei. Não direi mais nada", acrescentou.

O MÉXICO COMANDANDO LOS ANGELES

Se Cuarón vencer como melhor direção, o México será mais uma vez consagrado em Los Angeles. Nos últimos cinco anos, Alfonso, Guillermo del Toro e Alejandro González Iñárritu levaram a estatueta como melhor diretor nos filmes Gravidade (Cuarón, 2014); Birdman e O Regresso (Iñarritu, 2015 e 2016); e A Forma da Água (Del Toro, 2018).

SAVE THE DATE

Preparem a torcida, pois a premiação está marcada para o dia 24, domingo.