Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Emilia Clarke relembra aneurismas em gravação de GOT: ''Pedi para os médicos deixarem eu morrer''

Atriz citou um dos instantes mais difíceis de sua vida, justamente por uma complicação de saúde

CARAS Digital Publicado em 21/03/2019, às 20h17 - Atualizado às 20h35

Atriz disse que passou por instantes de extrema dificuldade - Reprodução/Instagram
Atriz disse que passou por instantes de extrema dificuldade - Reprodução/Instagram

Emilia Clarke é uma das mais renomadas atrizes do universo do entretenimento. A estrela, que ficou conhecida por seu papel incrível em Game Of Thrones, quando deu vida à Daenerys Targaryen, fez uma sequência de revelações um tanto quanto fortes para a revista The New Yorker. Segundo ela, poucas pessoas sabiam sobre o grave problema de saúde que enfrentou durante as gravações dos episódios da série.

A britânica trouxe à tona a informação que causou um grande alvoroço na Internet. Ela sofreu dois aneurismas cerebrais, que correspondem a um tipo de sangramento que acontece no espaço do crânio e envolve o cérebro. A hemorragia aconteceu devido a ruptura de uma artéria, que acabou desencadeando sérias consequências em sua vida pessoal e profissional.

O primeiro susto aconteceu alguns meses antes da série ter o seu primeiro episódio exibido pela HBO, em fevereiro de 2011. Após uma forte dor de cabeça, durante um treino com seu personal trainer, ela acabou sendo encaminhada de ambulância para um hospital próximo do local. Segundo a estrela, ela lembra que teve um forte mal estar e acabou sendo questionada por uma pessoa no banheiro da academia se estava bem.

"Eu me lembro do som de uma sirene, da ambulância. Eu ouvi novas vozes, alguém dizendo que meu pulso estava fraco. Eu estava vomitando bile. Alguém achou meu celular, ligou para os meus pais (...) e falou para eles me encontrarem na sala de emergência do hospital", contou ela.

Ela chegou a passar por uma cirurgia, em Londres. De acordo com o relato de Clarke, foram três horas do procedimento que tentava corrigir a falha causada pelo derrame. A gravidade era tão séria, que segundo os médicos, a sorte dela foi ter sido hospitalizada logo que o rompimento aconteceu. Em muitos casos, com demora, as pessoas acabam indo a óbito.

Emocionada, a estrela revelou que pensou em desistir de tudo e abandonar todas suas obrigações, acreditando que toda a dificuldade não passaria. Porém, graças a prontidão dos profissionais do Hospital nacional de Neurologia e Neurocirurgia, ela acabou acreditando que seria possível vencer as dificuldades.

“Nos meus piores momentos, eu queria desistir de tudo. Eu disse aos médicos para me deixarem morrer. O meu trabalho, todo o sonho do que eu queria ser na minha vida, era centrado na linguagem e na comunicação. Sem isso, eu estava perdida”, relembrou ela, ao citar algumas sequelas ocasionadas pelo aneurisma.