Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Vanessa Gerbelli lança filme dirigido pelo ex-marido

Vanessa Gerbelli fala do filme 'A Hora e a Vez de Augusto Matraga', que tem direção de seu ex-marido, Vinícius Coimbra, e participação de seu filho, Tito

Redação Publicado em 14/10/2011, às 22h44 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Vanessa Gerbelli - AgNews
Vanessa Gerbelli - AgNews

A atriz Vanessa Gerbelli (38) lançou o filme A Hora e a Vez de Augusto Matraca durante o Festival do Rio na noite desta sexta-feira, 14. O longa é dirigido por Vinícius Coimbra (40), que é seu ex-marido e com quem tem um filho, Tito (4). Os dois começaram a produzir o filme quando ainda eram casados, mas mantiveram a parceria após a separação, mostrando que a amizade prevaleceu na relação. “Foi tranquilo. Com respeito, amizade e amor, foi só seguir em frente”, disse ela. “O filme demorou bastante tempo para acontecer, levou uns 6 anos, na época eu era casado com a Vanessa, a gente se separou e me casei com a Manuela Diaz, com quem continuei o roteiro”, contou Vinícius, que adaptou para a telona um dos contos de Guimarães Rosa (1908-1967).

No filme, Vanessa vive Dionora, mulher de Matraga, mas que acaba se separando para buscar um novo amor. “Ela é uma personagem muito bonita. Mesmo no sertão, consegue dar uma virada na vida”, afirmou a artista, ressaltando as semelhanças com a personagem. “Eu costumo não ficar em situações que não me sinto plena. Acho que a personagem tem tudo a ver comigo. Já larguei a minha cidade, vim morar no rio, larguei um casamento, já recomecei várias vezes em vários sentidos da minha vida”.

Em uma das cenas do longa, a atriz contracena com o próprio filho, que na época das filmagens tinha apenas 2 anos de idade. “Ele não tem fala, mas é uma emoção muito grande. Na época, ele gostou muito do figurino e entendeu que a roupa era do menino do filme. O Tito se envolveu e foi muito bonitinho. Guardo o figurino dele até hoje, que foi a Beth Filipecki que fez”, disse, sendo completada por Vinícius. “Foi demais, porque ele era muito novinho. Foi incrível dirigir meu filho de dois anos. Ele foi melhor do que muitos atores que já dirigi”.

Entre os convidados vips no tapete vermelho, Vanessa e Vinícius receberam Vilma Rosa, filha de Guimarães Rosa. “Conhecer o Vinícius e a ideia foi emocionante. Não só porque meu pai foi o autor, mas porque amo essa obra. A obra do meu pai é difícil de transpor para o cinema. Mas com a habilidade do Vinícius, vai dar tudo certo”, afirmou.

O ator João Miguel (41) dá vida para o protagonista, Matraga, e estava ansioso para ver seu trabalho. “Estou nervoso, não tem como não estar, mas estou muito feliz. Tenho muito carinho pelo filme, e estrear neste festival é sempre bom.  Matraga é um homem antes de tudo. Ele carrega a questão da ira e do banditismo, é um cara que encara a morte”. E José Wilker (64) foi só elogios para seus colegas. “Sou muito fã do Guimarães. Foi desafiador e divertido, foi sensacional trabalhar com o Vinícius, eu já o conheci na televisão. Já o João Miguel, eu conheci durante as gravações e foi um dos encontros mais felizes que já tive”.

Ângelo Antonio (47) foi prestigiar os artistas do elenco. “Sou da região em que Guimarães Rosa nasceu. Tenho uma relação forte com o autor. Meu irmão fez doutorado e mestrado sobre ele. É muito raro ver um filme bom da obra de Guimarães rosa. Mas já vi esse filme pré finalizado e achei muito bom. Tenho o sonho de fazer algo da obra dele”.

Nathalia Dill (25) queria conferir o resultado na telona. “É uma história importante e é muito bom trazer a literatura para o cinema. Esse é filme só de gente talentosa e amiga”. E Emanuelle Araújo (35) revelou seu carinho pelo conto. “Sou muito apaixonada por essa obra. Também sou muito amiga do João Miguel. Quero ver mais um trabalho dele. O Vinícius também é ótimo, já trabalhei com ele”.