Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Titina Medeiros, a Socorro de 'Cheias de Charme', revela: 'Aprendi muito com Cláudia Abreu’

Titina Medeiros, a Socorro de ‘Cheias de Charme’, revela que Cláudia Abreu foi uma “mestra” para ela

Redação Publicado em 22/09/2012, às 14h17 - Atualizado às 14h25

Titina Medeiros caracterizada como Socorro - Divulgação/ Rede Globo
Titina Medeiros caracterizada como Socorro - Divulgação/ Rede Globo

Titina Medeiros (35), a atrapalhada Socorro de Cheias de Charme, disse que não poderia ter tido uma estreia melhor na televisão. Na reta final da trama, a atriz fala sobre sua personagem e defende a “personal curica” de Chayene (Cláudia Abreu, 41).

“Ela não é vilã! Ela fez tudo por amor a Chayene. O sonho dela era ser personal colega da cantora”, brincou Titina, que também relembrou a sua primeira cena na novela das 7.

“A construção de Penha (Taís Araújo, 33) estava fazendo muito barulho e atrapalhou o meu sol. Isso é tão significativo para o desenrolar da novela inteira porque Socorro só quer um lugar ao sol. Na primeira fala, tem toda a natureza do personagem. Já mostra o que ela almeja. Um lugar ao sol!”

E, por querer um lugar ao sol a qualquer custo, a personagem de Titina transitou por diversos núcleos da novela. Para a atriz iniciante na TV foi uma grande oportunidade de aprender com todos os atores, especialmente com Cláudia. “Por ter feito muitas cenas com a Cláudia, aprendi muito com ela. Ela foi uma mestra para mim. Me deu várias aulas sem verbalizar. E essa é a melhor aula, a do exemplo."

Titina acredita ainda que todas as trapalhadas da personagem tiveram uma razão. "Tudo o que ela fez com as Empreguetes foi por amor a Chayene. Esse amor é muito sincero e talvez ela tenha passado por cima da índole dela em detrimento desse amor."

Entre tantas falcatruas, Titina elege uma cena cheia de emoção como sua preferida e não contém as lágrimas ao falar sobre o assunto. Foi a cena em que Socorro agradece Chayene por ter se tornado uma "brabuleta". "Ela foi, de coração, agradecer. Ela reconhece a chance que a diva estava dando a ela, mesmo que depois ela tenha descoberto tudo”, recorda.