Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

‘Não tenho regalias’, diz Lívia Andrade sobre fama de ‘queridinha' de Silvio Santos

Depois de um ano de grande destaque no SBT, Lívia Andrade estará em duas novelas em 2012. Ela rejeita a fama de 'queridinha' do chefe, Silvio Santos

Kellen Rodrigues Publicado em 14/12/2011, às 07h33 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Lívia Andrade - Roberto Nemanis / SBT
Lívia Andrade - Roberto Nemanis / SBT

Dois mil e onze, definitivamente, foi o ano de Lívia Andrade (28) no SBT. Desbocada, com autoconfiança suficiente para rir de si própria - e do chefe Silvio Santos (80) -, a atriz conquistou seu espaço no Jogo dos Pontinhos, foi chamada para substituir Eliana (38) em dois programas na licença-maternidade da loira, cotada para protagonizar Carrossel - especulações alimentadas pelo próprio dono da emissora -, acabou garantindo o papel de vilã da trama, e, para encerrar o ano, encarnou a enfezada Dona Florinda na versão nacional de Chaves. Tanto destaque rendeu à Lívia a fama de ‘queridinha de Silvio’. Título que ela rejeita.

“Eu acho que nem as filhas dele a gente pode chamar de ‘queridinhas’, porque, na verdade, ele não protege ninguém, ele é muito exigente e muito profissional”, disse Lívia a CARAS Online. “Acho que, enquanto eu estiver atendendo as expectativas dele, enquanto estiver dando audiência e tendo essa aceitação do público, as pessoas vão achar que eu sou a queridinha do Silvio. Mas deixa eu pisar na bola para ver. Eu não ganha mais por isso, não tenho regalias por conta disso”, confessa.

Com dois contratos no SBT - um para Carrossel e outro para o programa dominical do empresário, Lívia atribui a seu jeito irreverente o sucesso na emissora e a ter conquistado a simpatia do apresentador. Ao lado do chefe, com quatro décadas a mais de experiência que ela, arranca gargalhadas do público com suas tiradas diretas. “Eu acho que é isso que o Silvio gosta, de pessoas verdadeiras, que não fazem muita cerimônia. Acho que ele fica à vontade com isso para falar comigo e eu também me sinto muito à vontade. Acho que por isso que deu tão certo”.

Dobradinha em horário nobre

Se em 2011 Lívia considera que foi seu recorde de oportunidades na emissora da Anhanguera, o próximo ano será o momento de ‘colher frutos’. A partir de janeiro ela aparece na tela na novela Corações Feridos, gravada no ano passado e, ainda no primeiro semestre, dará vida à vilã de Carrossel, a grande aposta da emissora para 2012.

A paulista chegou a disputar o papel de professora Helena, que ficou com a atriz Rosanne Muholand (30). “Todo mundo ficou fazendo a maior campanha. O Silvio ficou falando no programa e eu estava levando na brincadeira. Eu falei ‘só acredito a partir do momento que eu assinar o contrato’. Eu não faço planos para o futuro, não tenho sonhos assim, eu sou muito pé no chão”, revela. "Aí no final eu até falei que foi bom não fazer a professora Helena porque eu seria muito cobrada. Às vezes, o 'deixa a vida levar' é melhor, nunca deu errado”, conta.

Lívia entra efetivamente em estúdio em janeiro. A personagem, existiu na versão original, mas ganhou um toque de maldade no enredo recriado por Íris Abravanel. “Ela é invejosa. quer a vida da Helena, os alunos, o cara que a Helena é apaixonada. Eu acho que uma pessoa assim é bem do mal. Pra mim, é uma das piores pessoas que tem é esse tipo”, fala.

Enquanto 2012 não chega, ela segue aproveitando as chances que a vida lhe dá. “Oportunidades todo mundo tem, é que algumas pessoas deixam passar, eu estou agarrando tudo”.