Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Maria Antonieta de las Nieves, a 'Chiquinha', revela fase difícil em sua vida

Intérprete de Chiquinha, do 'Chaves', Maria Antonieta de las Nieves comenta o período de internação do marido e a descoberta de que está com fibromialgia

Redação Publicado em 04/10/2012, às 14h52 - Atualizado às 15h00

Maria Antonieta de las Nieves - Lourival Ribeiro / SBT; CARAS Online
Maria Antonieta de las Nieves - Lourival Ribeiro / SBT; CARAS Online

Uma das estrelas do programa Mira Quién Baila – programa no estilo do Dança dos Famosos no canal Univision, nos Estados Unidos - , a atriz Maria Antonieta de las Nieves, intérprete da famosa personagem Chiquinha, do seriado Chaves, relembra fase difícil em sua vida nos últimos meses em uma entrevista para o jornal argentino La Nación. Longe das novelas desde que atuou em Amar de Nuevo em 2011, ela comenta que está muito cansada no momento, principalmente depois de passar um tempo acompanhando o marido que esteve internado. Além disso, a artista também descobriu que está com fibromialgia – síndrome de dor crônica.

“No ano passado fiz a novela Amar de Nuevo, e me senti muito bem, mas na época foi muito difícil porque meu marido (Gabriel Fernández) estava muito doente. Todas as noites eu passava com ele no hospital e durante o dia gravava a novela. Se me perguntar neste momento se quero estar em alguma novela, te diria que não, porque estou muito cansada, e isso me esgota”, disse ela.

Para Maria Antonieta, a internação do marido e a fibromialgia fizeram parte de um pesadelo em sua vida. “Este trabalho tem muitos altos e baixos. Às vezes, se sente magoado por coisas que aconteceram e são mentira. Meu marido estava muito grave e, poucos meses depois que saiu do hospital, senti a fibromialgia, uma enfermidade muito dolorosa e difícil de curar. Nunca me senti tão mal em toda a minha vida, mesmo assim, fiz a turnê ao Peru. Fui para Acapulco descansar duas semanas e me chamaram para este programa”, contou.