Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Fase plena da top Fernanda Tavares

Grávida de 5 meses do ator Murilo Rosa, beldade Fernanda Tavares abre coração

Redação Publicado em 06/06/2012, às 11h32 - Atualizado às 23h41

À espera do segundo filho, a top relaxa na hidromassagem. - Marcela Beltrão/Milenar
À espera do segundo filho, a top relaxa na hidromassagem. - Marcela Beltrão/Milenar

Dona de currículo invejável no universo fashion, a top Fernanda Tavares (31) chama atenção por onde passa, mas é especialmente pela doçura e simpatia que mais se destaca. Mãe de Lucas (4) e à espera do segundo filho, ela fala, com exclusividade à CARAS, sobre as descobertas que transformaram sua vida. “A chegada de uma criança muda tudo, por isso, digo que ser mãe é mágico. Sem dúvida foi a melhor coisa que me aconteceu até hoje”, confessa.

Casada com o ator Murilo Rosa (41) há cinco anos, Fernanda garante que a fórmula de seu amor se baseia, acima de tudo, no respeito. “Sem isso, ninguém consegue ser feliz”, ressalta. “O Murilo e eu somos parecidos em vários aspectos, mas acho que nosso maior trunfo é a cumplicidade. Temos um bom diálogo em casa, por isso tudo funciona bem”, explica a top, no Hara Spa, em SP.

Cheia de energia, a beldade faz a movimentada rotina de trabalho parecer fácil. “Amo o que faço e sou dedicada. Hoje em dia, por causa da minha família, fiquei mais criteriosa no trabalho, mas não pretendo parar ainda”, observa ela, que, depois de oito anos da estreia como apresentadora, volta às telinhas no comando do reality Desafio da Beleza, no ar a partir de agosto pelo GNT. “O convite chegou em ótima hora e achei a ideia do programa maravilhosa. Gosto de maquiagem, entendo um pouco do assunto, e tenho certeza que será um grande sucesso”, aposta.

– O que sentiu quando descobriu a gravidez?

– Foi uma comoção. Filho é uma mágica da natureza, um dom da mulher. Foi a melhor experiência da minha vida. Amei engravidar da primeira vez e agora estou relembrando tudo.

– Como foi a reação em casa?

– Já estávamos planejando esse momento há algum tempo, mas deixamos acontecer naturalmente. O Murilo estava viajando, então, contei primeiro ao Lucas. Ele sempre pedia um irmãozinho e quando soube foi a maior felicidade. O mesmo aconteceu com o Murilo.

– Na primeira gestação vocês descobriram o sexo do bebê na hora do nascimento. E agora?

– Não acho isso primordial, mas vou querer saber antes, por causa do Lucas. Da primeira vez nem cogitamos essa ideia, nossa única preocupação era saber se ele estava com saúde. Desta vez, achei que fosse estar mais ansiosa, mas não. Até agora, fui apenas duas vezes ao médico, fiz o ultrassom, mas só perguntei o essencial.

– Têm preferência?

– Nenhuma e não incentivamos isso no Lucas, ele conversa com a minha barriga e chama de “meu bebê”. Eles já têm uma relação linda. Se vier uma menina, vou amar. Se for menino, também, afinal já sei trocar cueca.

– Vocês querem um terceiro filho? Acham que vai demorar?

– Adoraria ter mais um. Gosto de família grande, mas vamos deixar o segundo vir para depois decidir se teremos mais um.

– Sua relação com o Murilo mudou com a chegada do Lucas?

– Ficamos ainda mais unidos. Sempre combinamos que quando tivésemos nossos filhos procuraríamos a melhor maneira de educá-los, como se fôssemos um só e é o que fazemos.

– Como é a Fernanda mãe?

– Coruja. Amo estar com o meu filho e poder criá-lo de pertinho. Acho importante ter uma ajuda extra, até porque continuo viajando e o Murilo também, mas quando estou em casa, faço questão de dar banho, jantar, tudo. É o dever de mãe. Gosto de ter algumas regras básicas. Mas sou eu que coloco ordem em casa. Se fosse o Murilo, deixaria o Lucas fazer tudo.

– Qual é o segredo da relação tão duradoura?

– Discrição. Gostamos de privacidade, isso nos mantêm unidos. Temos respeito um pelo outro e, claro, amor.

– Como vocês lidam com a rotina de trabalhos e viagens? 

– Nunca tivemos ciúme do trabalho. Nos conhecemos cada um em sua profissão. É bobeira perder tempo com isso.

– É fácil equilibrar a rotina de trabalho com a maternidade?

– Elegi as minhas prioridades. Amo meu trabalho, mas a família vem em primeiro lugar sempre. Estou vivendo um momento ótimo e a notícia da gravidez veio na hora certa. Prefiro me resguardar mais nesse momento, mas quando surgiu o convite para o programa tudo se encaixou. Na televisão, a barriguinha não implica em nada, até porque lá serei eu, Fernanda, e não um personagem.