Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Elenco apresenta a novela 'Guerra dos Sexos' no Rio

Edson Celulari, Guilhermina Guinle, Paulo Rocha e outros atores participam de coletiva de imprensa da novela 'Guerra dos Sexos'

Redação Publicado em 19/09/2012, às 21h00 - Atualizado às 21h24

Equipe de 'Guerra dos Sexos' apresenta a novela - Alex Palarea e Roberto Filho / AgNews
Equipe de 'Guerra dos Sexos' apresenta a novela - Alex Palarea e Roberto Filho / AgNews

A próxima novela das sete, Guerra dos Sexos, foi apresentada em uma coletiva de imprensa com o elenco, o autor Silvio de Abreu (69) e o diretor Jorge Fernando (57), no Projac – onde as produções da Globo são gravadas -, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira, 19. Entre os artistas, estavam os protagonistas Tony Ramos (64) e Irene Ravache(68), que viverão Otávio II e Charlô II, sobrinhos dos personagens Otávio e Charlô vividos por Paulo Autran (1922-2007) e Fernanda Montenegro (82) na primeira versão da novela, há 30 anos, Edson Celulari(54), Guilhermina Guinle (38), Luana Piovani (36), Drica Moraes (43) e Reynaldo Gianecchini (39).

"Poder voltar para essa novela é emocionante, mas não é um remake, é uma nova novela. Silvio quis recontar essa história", disse Jorge Fernando, que completou. "Quero estrear no dia 1º de outubro com 24 capítulos gravados, é um passo importantíssimo para os próximos oito meses". Silvio enfatizou que é outra novela porque ele gosta de escrever para os intérpretes. “Esse novo elenco é uma dádiva. Sempre falam de brigalhada pelos atores, mas tivemos o elenco que sonhamos, todos escolhidos a dedo", revelou.

A história gira em torno dos primos Otávio e Charlô, que herdam uma mansão e a rede de lojas Charlô's dos tios que morrem numa prolongada noite de amor. A divisão dos bens é de 50% para cada um, mas eles não podem vender, apenas negociar entre a família. Os dois, que tiveram um romance da adolescência, passam a viver em pé de guerra.