Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Revista / CAPA

Orlando Morais lança 'Eu & Elas', projeto musical ao lado das filhas Anttónia, Cleo e Ana Morais

No refúgio paulistano da família, Orlando e as filhas falam do projeto musical no qual unem vozes e corações

Tamara Gaspar Publicado em 24/08/2023, às 09h02 - Atualizado às 09h11

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Orlando Morais lança 'Eu & Elas', projeto musical ao lado das filhas Anttónia, Cleo e Ana - Fotos: Marcelo Santiago Paez, Paulo Villar e Thales Côrte
Orlando Morais lança 'Eu & Elas', projeto musical ao lado das filhas Anttónia, Cleo e Ana - Fotos: Marcelo Santiago Paez, Paulo Villar e Thales Côrte

Além do amor e da admiração mútuos, a música sempre foi um dos grandes elos entre Orlando Morais (61) e as filhas, Cleo (40), Anttónia (31) e Ana Morais (23). Não à toa, desde a infância, as meninas se reuniam com o pai para cantar. E o que era diversão ganhou asas! O quarteto acaba de de lançar o projeto musical Eu & Elas, banda na qual eles unem vozes e corações.

“Essa banda não tem um líder. Ela nasce de muito amor. É uma oportunidade de ficarmos juntos, porque a gente se ama, gosta de música! Não tem direcionamentos ou pontos estabelecidos, é tudo bem leve. Nunca fiquei refém de resultados”, destaca Orlando, no apartamento paulistano da família.

“Sinto que as pessoas gostam de me ver com a família, uma família inteira do show business e que se dá bem. É trabalho, mas também é diversão”, completa Cleo. “Somos uma família muito amorosa, mas com personalidades fortes! Quando começamos a ensaiar, precisou de apenas uma semana para sairmos com um show pronto. Foi surreal, a confirmação que estávamos no caminho certo”, diz Ana Morais. “Quando começamos nossas carreiras, acho que queríamos encontrar individualmente nossos caminhos para só depois fazer algo juntos, porque a gente é muito in- dependente. E é um conforto estar com eles. Tem a parte desafiadora, que é cantar em quatro pessoas, mas também tira um pouco da pressão da carreira solo. Você divide o peso e a pressão com pessoas que você ama e se diverte”, fala Anttónia.

Orlando Morais lança 'Eu & Elas', projeto musical ao lado das filhas Anttónia, Cleo e Ana

Casado com Gloria Pires (59), com quem ainda tem Bento (18), Orlando leva para a banda os conceitos que sempre pregou em casa. “Na minha família todo mundo sempre teve liberdade de fazer tudo, sem julgamentos. Meus filhos são livres, loucos e responsáveis. Não criei ninguém para ser exemplo, criei seres humanos que erram e acertam”, explica ele, que ensina, mas também aprende!

“Essa nova geração sabe razoavelmente de tudo e profundamente de nada. Aprendo demais com a rapidez de observação, de conclusões, as músicas que elas me apresentam... mas não consigo deixar de ser pai, não consigo sair desse lugar”, fala o artista. Em casa ou no palco, de fato, o que prevalece é a relação familiar. “Quando eu morava em Paris, a gente se falava no celular e eu sentia até o cheiro da casa, daquele amor, da brincadeira. Antes da pandemia, voltei ao Brasil, peguei covid-19, fiquei mal e, até na possibilidade de não resistir, o meu maior sofrimento era saber como eles continuariam sem mim. Depois que você é pai, você não dorme, não desligo o celular, já tentei resolver isso na terapia, mas sou assim!”, confessa ele, que deve regressar à Cidade Luz para lançar um novo disco.

Com o coração dividido entre a música e a atuação, Cleo admite que sofreu pressões quando começou a carreira por conta da família artística. “Senti um peso pela expectativa das pessoas, por ser filha de famosos, senti que precisava seguir uma fórmula. Mas eu nunca superei as expectativas de ninguém, não estou nem aí para isso”, dispara ela, sempre autêntica. Filha de Gloria com Fabio Júnior (69), Cleo tem Orlando como seu pai de criação e fonte de inspiração. “Ele me deu a noção do que é ter um pai e isso te dá força, confiança”, aponta a estrela. Já em relação aos irmãos, por ser a primogênita, ela carrega um instinto maternal. “Para mim, eles serão sempre crianças, eu cuidei deles! Não quero decepcioná-los e tento não ficar no pé, são as pessoas que mais amo”, frisa a artista.

Em nova fase profissional — até a grafia do nome ela alterou, agora com dois ‘t’ — Anttónia conta que o trabalho é a paixão da família. “Estamos sempre criando coisas individualmente e, agora, juntos. A gente tem o trabalho como algo sagrado”, fala ela, cujas mudanças profissionais fogem da lógica. “Minhas decisões são pautadas pela intuição, pelo sexto sentido. Eu compunha de forma muito abstrata e ficava de difícil compreensão. Quis me desafiar e compor de forma que as pessoas se identifiquem com mais facilidade”, diz ela, que recentemente lançou o feat Me Leva, com Giovanni Cidreira (31), e Suas Mentiras. “É uma Anttónia mais acessível artisticamente”, completa.

“É uma delícia conviver com meus filhos. O importante é ser feliz.”

Caçula do grupo, Ana Morais tem tirado de letra as pressões e as comparações. “A comparação é o mais difícil, porque acham que você não pode ser uma pessoa própria, ainda mais eu, que, além de ser filha, sou irmã de artistas, sou a última! Mas cada vez mais estou lidando de forma natural”, fala ela, sem escapar das comparações físicas. “Sempre me confundem com a Anttónia, já me acostumei!”, diz Ana Morais, aos risos. E se engana quem pensa que, por ser a mais nova, ela é a mais mimada. “Às vezes, pareço a mais velha, sou muito centrada! Apesar de sermos de diferentes gerações, somos parceiras e, quando a gente se junta, é aquela bagunça!”, resume ela.

Orlando Morais lança 'Eu & Elas', projeto musical ao lado das filhas Anttónia, Cleo e Ana

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!