Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Príncipe Harry salva soldado gay de ataque homofóbico

O caso teria ocorrido em 2008 durante um exercício militar do Exército britânico no Canadá

Redação Publicado em 09/06/2013, às 13h42 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Príncipe Harry ajudou um amigo que havia sido assaltado em Battersea, sudoeste de Londres. Ao saber do crime, ele pegou o carro para resgatar o rapaz, em dezembro de 2011 - Getty Images
Príncipe Harry ajudou um amigo que havia sido assaltado em Battersea, sudoeste de Londres. Ao saber do crime, ele pegou o carro para resgatar o rapaz, em dezembro de 2011 - Getty Images

O príncipe Harry salvou um soldado britânico gay de um ataque homofóbico por integrantes de um regimento de infantaria. O caso teria ocorrido em 2008 durante um exercício militar no Canadá. A revelação foi publicada na edição deste domingo, 9, do tabloide “Daily Mail”.

+ “Eu sou gay”: Veja a galeria com 36 famosos que saíram do armário!

James Wharton contou ao jornal que procurou o príncipe após ser ameaçado por seis soldados. A conversa teria ocorrido quando os dois estavam dentro de um tanque durante o treinamento.

“Eu subi na torre [do tanque] e falei com Harry o que exatamente tinha acontecido. Ele disse: certo, eu vou resolver isso de uma vez por todas", disse  Wharton, que tinha 21 anos à época, ao tabloide.

O soldado contou ainda que Harry procurou os militares e advertindo-os dizendo que a eles que seriam punidos severamente se continuassem com as ameaças.

Wharton, que deixou o Exército britânico no início deste ano, disse que nunca irá se esquecer da atitude do príncipe. "Eu sempre serei grato ao Harry. Nunca vou esquecer o que aconteceu".