Música FURDUNCINHO!

Valesca Popozuda fala sobre seu novo single Furduncinho: ''Liberdade de escolha da mulher''

segunda 18 novembro, 2019
Valesca Popozuda
Valesca Popozuda Divulgação/Instagram


Valesca Popozuda fala abertamente sobre seu novo single Furduncinho e revela os planos para o futuro de sua carreira

Na última quinta-feira, 14, Valesca Popozuda lançou o seu single Furduncinho e levou a web à loucura. A canção fala sobre a liberdade de escolha feminina e a letra vem dando o que falar. A artista falou exclusivamente com a CARAS Digital sobre o lançamento e sobre os planos para o futuro de sua carreira

Questionada sobre a inspiração para a música, a cantora logo respondeu: "O Wallace e o André me falaram que tinham uma música que era a minha cara, eles me conhecem bem, sabem que sou uma mulher emponderada que fala abertamente sobre sexo, então praticamente fizeram uma música pensando em mim. Eu achei incrível que combinou muito com o que eu estava procurando para meu momento atual, queria falar sobre a liberdade de escolha da mulher", afirmou. 

E continuou: "Eu amo dar voz aquelas mulheres que gostam de falar abertamente dos desejos e suas liberdades sexuais! Me sinto porta-voz da liberdade feminina", destacou. Ela afirmou que tem grandes expectativas a respeito da música: "É bem chiclete e bem a cara do verão"

A cantora revelou que já está começando a negociar com futuras parcerias famosas para o seu novo projeto: "Não posso citar nenhuma porque ainda estamos em fase de convite, mas são pessoas que eu sou fã e admiro o trabalho", declarou. E ainda deixou bem claro para os fãs que eles devem esperar algo totalmente diferente do que estão acostumados nessa nova etapa de sua carreira: 

"Vem uma Valesca nova, estarei acompanhando tudo de perto, a música foi escolhida justamente porque é a minha cara e vocês podem aguardar que 2020 vai ser inovador pra uma nova Valesca", afirmou e deu uma adiantada sobre como será o clipe de Furduncinho: "Será dançante e com muita alegria", revelou e continuou: "Eu nunca abandonei minhas raízes, eu sempre permaneci no funk e agora eu retornei à Valesca do povão mesmo".

Por fim, a cantora falou sobre a homenagem sutil que prestou na canção ao Mr. Catra, que faleceu em setembro do ano passado: "Nossa, falar do rei do funk me emociona, Catra foi quem me deu a mão, foi um pai pra mim! Catra era aquele tipo de pessoa que estendia a mão, colocava debaixo dos braços e cuidava! Ele merece todas as homenagens possíveis", concluiu. 

por Emilly Nascimento
Atualizado segunda 18 novembro, 2019 (335331)

Mais conteúdo sobre:

ASSINE E GANHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS