Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Pai de Miley Cyrus aprova clipe em que a filha aparece nua

'Não teria importância se Miley usasse jeans e uma camisa de flanela, um terno ou um hábito de freira', disse Billy Ray Cyrus, pai da cantora Miley Cyrus, que ficou nua no clipe Wrecking Ball

CARAS Online Publicado em 12/09/2013, às 12h17 - Atualizado em 24/03/2020, às 14h02

Miley Cyrus - Reprodução
Miley Cyrus - Reprodução

Billy Ray Cyrus saiu em defesa da filha, Miley Cyrus, que causou polêmica mais uma vez ao aparecer nua no clipe Wrecking Ball. Lançado na segunda-feira, 9, o vídeo tem quase 60 milhões de visualizações.

Em conversa com o Entertainment Tonight, Billy defendeu a cantora e disse que a música é um hit, independente do vídeo. “Não teria importância se Miley usasse jeans e uma camisa de flanela, um terno ou um hábito de freira”, afirmou. “A performance vocal dela na faixa reflete sua raiz e seu talento puro dado por Deus”, disse.

+ Miley Cyrus diz que vai 'aposentar' a língua

Miley também falou da nudez no vídeo. “Acho que o clipe é muito mais que isso, se as pessoas conseguiram superar o ponto de que estou pelada e de fato me observarem, você vai ver que eu estou mais quebrada do que a música soa. Esta é uma balada pop. É uma daquelas músicas que todo mundo se relaciona, todo mundo se sentiu daquele jeito em algum ponto. Se as pessoas conseguirem tirar a mente delas do óbvio e entrarem na imaginação delas um pouco, vão ver o que o vídeo realmente significa e do jeito que é tão vunerável”, argumentou.

A cantora disse que foi mais difícil gravar o clipe que a música, por conta da carga emocional do vídeo.

Depois que Miley Cyrus se apresentou no Video Music Awards com uma performance ousada, Billy Ray Cyrus também defendeu a filha. “Ela continua sendo minha garotinha e eu continuo sendo o pai dela”, falou. “Eu a amo incondicionalmente e isso nunca vai mudar”.

Assista ao vídeo Wrecking Ball: