Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Sandra Bullock revela que ficou deprimida durante as filmagens de Gravidade

Sandra Bullock teve que contar com o apoio do filho, Louis, durante as filmagens de 'Gravidade' para não entrar em depressão

CARAS Online Publicado em 15/10/2013, às 16h36 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Sandra Bullock em cena de 'Gravidade' - Getty Images; Reprodução
Sandra Bullock em cena de 'Gravidade' - Getty Images; Reprodução

A atriz Sandra Bullock é a protagonista do novo sucesso de bilheteria dos cinemas, o filme Gravidade, que estreou no Brasil no último dia 11. Mas nem tudo foi fácil durante as filmagens. A estrela revelou que chegou a ter sintomas de depressão enquanto filmava as suas cenas. Como o filme é feito com muitos efeitos especiais que colocam a atriz sozinha no espaço, ela conta que sofreu em ter que ficar em uma caixa de isolamento.

“Eu estava deprimida, estava com raiva, eu estava ficando tão triste porque era um quarto escuro, sem contato humano, até tiraram o som”, disse ela, que não teve muito contato com o seu colega de elenco, George Clooney.

+Sandra Bullock pode adotar uma menina para fazer companhia para seu primeiro filho

Mas para evitar que Bullock realmente entrasse em depressão, o diretor Alfonso Cuaron teve a ideia de deixar a solução para os problemas por perto: Louis, o filho da atriz. Toda uma estrutura foi montada fora dos estúdios para que ele se distraísse enquanto a mamãe filmasse. Assim que ela começasse a se mostrar solitária demais, o diretor mandava chamar o pequeno Louis para alegrar Sandra Bullock.

“O que eles fizeram foi, como Alfonso podia ver, porque tinha várias câmeras sempre em meu rosto, e pensava: ‘Ela está cedendo, ela está cedendo, vai buscar o garoto’. Eles criaram esta maravilhosa estrutura do lado de fora para Louis, então traziam ele para me ver”, afirmou ela.

+Filho de Sandra Bullock acompanha homenagem para a mamãe

Outros momentos em que a crise de depressão ficava longe eram quando Clooney estava no set de filmagem. “Quando ele estava lá era como se o sol aparecesse novamente – e a vida entrava na sala. Quando saia, o túmulo havia se fechado novamente. No final do dia, eu esperava que tivesse atingido o que Alfonso precisava e merecia”, declarou.