Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Big Brother / SAIU!

Gustavo Marsengo é o décimo quinto eliminado do BBB 22 e têm sua estratégia de jogo desmontada por Tadeu Schmidt

Após disputar o paredão contra Eliezer e Paulo André, Gustavo Marsengo se tornou o décimo quinto eliminado do programa

CARAS Digital Publicado em 19/04/2022, às 23h54

Gustavo décimo quinto eliminado - Globo
Gustavo décimo quinto eliminado - Globo

Na noite desta terça-feira, 19, aconteceu a décima quinta eliminação do Big Brother Brasil 22.

Gustavo Marsengo (31) disputou o paredão contra Eliezer (31) e Paulo André (23) e deixou a casa com 81,53% dos votos.

Eliezer recebeu 16,08% e Paulo André, 2,38%.

Como foi o discurso de Tadeu Schmidt para a eliminação de Gustavo Marsengo

Antes de mais um brother deixar a casa, Tadeu Schmidt (47) fez seu discurso desmontando a estratégia de Gustavo para colocar no paredão quem ainda não tinha ido e criticou pré definição dos meninos em fazerem indicação rotativa: "O Gustavo veio da casa de vidro com informações de fora, pra colocar fogo no jogo, gerar treta, bater de frente, mexer com quem tava tranquilo. E assim fez: tirou do esconderijo os lollipopers mais escondidos. Mas nem ele percebeu que no fundo, o principal critério dele tinha um defeito de fábrica. Como um programa de computador que vem com um bug. Rodízio de pessoas no paredão? No fundo é uma maneira de não se comprometer. De dizer, olha, eu não queria te mandar, mas chegou sua vez na fila".

"Aquilo que parecia um mérito, de chamar todo mundo pra briga, na verdade criava uma zona de conforto, fazer escolhas sem sofrimento. Isso só ficou claro quando cinco meninos do grupo invencível foram obrigados a votar entre eles. E aí decidiram manter a ideia de mandar para o paredão quem estava há mais tempo sem ir, ou seja, é como dizer ‘não é decisão minha, não sou eu, é o rodízio’. E todo mundo ‘ah, vou botar você no paredão hahahaha’. Ou ainda uma forma de dizer que aqui nesse grupo é todo mundo igual, o sentimento é o mesmo por todos, o tempo todo. Para, gente. É claro que não é. A gente está vendo 24 horas por dia e não tem nada de errado nisso. Se um de vocês vencer o BBB, não foi ajudado por esse acordo de cavalheiros. Foi apesar desse acordo esdrúxulo. Quem é beneficiado por esse acordo? Combina com alguém? Combina com você, P.A? Não combina com o jeitão do Gustavo", completou o apresentador.