Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Big Brother / SAÚDE MENTAL

Crise de pânico e gaslighting: Saiba quais participantes do BBB já demonstraram transtornos mentais

O BBB mostrou como a pressão afeta os participantes e colocou em evidência alguns transtornos mentais

por Mariana Krunfli, sob a supervisão de Arthur Pazin

mkrunfli@caras.com.br

Publicado em 10/02/2023, às 21h30 - Atualizado em 07/02/2024, às 14h16

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Participantes demonstraram transtornos mentais no BBB 23 - Reprodução/Globo
Participantes demonstraram transtornos mentais no BBB 23 - Reprodução/Globo

Com participantes confinados dentro da casa mais vigiada do Brasil, o BBB 23 vem colocando em evidência alguns transtornos mentais. Além das polêmicas e das brigas, o reality também mostrou como a pressão afeta os participantes, expondo situações que colocaram em risco a saúde mental dos competidores e repercutiram na internet.

Antônio Carlos (32), mais conhecido como Cara de Sapato, teve uma crise de pânico no reality, além de ter revelado que foi diagnosticado com a Síndrome de Tourette aos sete anos. Milene Rosenthal, psicóloga e cofundadora da Telavita, comentou sobre os transtornos, ressaltando os efeitos do reality: "No caso de quem está participando do BBB, todas essas sensações podem vir à tona facilmente e levar ao ataque de pânico. A pessoa sente uma onda de sintomas físicos e mentais intensos, o que pode ocorrer rapidamente e ser assustador e angustiante".

Caracterizada por tiques vocais ou musculares, a Síndrome de Tourette pode acabar levando a crises como a do brother. "A Síndrome de Tourette pode estar acompanhada de outros transtornos de ansiedade, como o Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) e o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), mas nem sempre isso acontece. Quanto antes ela for diagnosticada, melhor. Fazer terapia desde cedo ajuda muito. Com ela, é possível trabalhar o transtorno junto com a criança para que os sintomas sejam amenizados ao longo da vida, como aconteceu com Cara de Sapato", explicou a especialista.

Além do lutador, outros participantes que chamaram atenção para o tópico de saúde mental foram Bruna Griphao (23) e Gabriel Tavares (24). O brother, que já foi eliminado do reality, realizava gaslighting na sister, tratando-a com comportamentos abusivos. 

"Esta é uma situação bastante difícil porque a vítima não se dá conta do abuso e chega a duvidar de si mesma. Ela costuma se anular em favor do outro. Gaslighting é considerado uma agressão psicológica silenciosa e causa severos maus tratos mentais e danos à vítima. Esta edição do BBB, por expor essa situação, fez uma alerta a um tipo de abuso muito comum na sociedade, que precisa de um basta enquanto há tempo. Após esse basta, é preciso fazer todo um trabalho mental, de preferência acompanhado por um especialista, para recuperar a autoestima perdida, a confiança e a liberdade para tomar seus próprios caminhos e decisões", encerrou a psicóloga.