Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Big Brother / Opinou!

BBB 24: Juninho opina sobre brother: "Só ataca quem ele acha que é fraco"

Em conversa com Fernanda e Giovanna Pitel, Juninho analisou o comportamento de um brother no 'BBB 24' e expôs sua opinião

CARAS Digital Publicado em 06/02/2024, às 17h58

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Juninho opina sobre brother - Reprodução/Globo
Juninho opina sobre brother - Reprodução/Globo

No Quarto Gnomo do BBB 24, Juninho, Giovanna Pitel e Fernanda conversaram sobre a briga que Davi teve com Michelna tarde desta terça-feira, 6, durante uma ação do programa.

O motoboy, então, opinou sobre a situação. "Davi tá perturbando ele. O Davi tá querendo tirar o Michel do sério. Eu falo pra vocês que o Davi acha que o 'Puxadinho' é fraco. Ele tá provocando todos eles."

Juninho seguiu analisando a postura do motorista de aplicativo no jogo. "O Davi é o tipo de gente que gosta de se manter no jogo brigando. Ele acredita que, com certeza, com polêmica, discussão, dá ibope. Então, ele vai ficar pegando um que ele acha que é fraco e atacando", afirmou.

"Ele só ataca, de fato, quem ele acha que é fraco. Ele não ataca, não pega um Rodriguinho, ele não vem em cima de mim. Ele ficou ali perturbando o Michel e todo mundo falando: 'Deixa pra depois'. E ele: 'Não, mas eu tenho que falar, tenho que falar, é meu jeito'", concluiu o brother.

Juninho explica expressão polêmica usada em briga

Juninho voltou a falar sobre a discussão que teve com Alane e Leidy Elin após a formação do paredão do último domingo, 5, no Big Brother Brasil 24, e explicou o termo polêmico que utilizado durante a briga. "Cada lugar tem a sua expressão. Não sou obrigado a falar, o tempo inteiro, como os outros querem que eu fale, não. Se não eu não sou eu, estou sendo os outros."

"É uma expressão que a gente usa, eu e os meus amigos, direto. 'Eu toquei a mina, mas ela me deu um toco'. É uma forma de se expressar, meu parceiro. Pode não ser a polida, a politicamente correta, a mais adequada dentro do ambiente hoje em dia. Mas, mano, não quer dizer um toque físico. Acho que as pessoas estão viajando, mas está tranquilo também. Eu estou de saco cheio", desabafou. Confira a conversa completa!

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!