Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Saiba como evitar doenças respiratórias no inverno

O médico lista alguns cuidados fundamentais para evitar as doenças

Bruna Nastas Publicado em 22/07/2016, às 09h54 - Atualizado às 10h58

Gripe - Anselmo Cunha/PMPA
Gripe - Anselmo Cunha/PMPA

Com as temperatura mais baixas e a chegada do inverno, diversas pessoas acabam sofrendo com o aumento de doenças respiratórias e infecções como gripes e resfriados.

Paulo Cesar Guimarães, diretor da Faculdade de Medicina de Petrópolis, afirma que o que diferencia o resfriado e a gripe em si é a intensidade dos sintomas. "Em geral, nos quadros de gripe, os sintomais são mais intensos e, no resfriado, mais leves, com menor duração. Na gripe pelo influenza, a agressão pulomar é frequente e grave".

Segundo ele, o melhor tratamento para cada paciente cabe ao médico. Porém, no caso de infecções bacterianas é necessário usar antibióticos.

No caso da gripe H1N1, do vírus da gripe aviária e do vírus da gripe suína, os sintomas são semelhantes aos da gripe. No entanto, ela requer cuidados especiais - os pacientes acabam apresentando febre alta, vômito, diarréia e dores corporais.

A vacina está disponível e é bastante eficaz, mas demora aproximadamente três semanas para fazer efeito.

Dr. Paulo lista alguns cuidados para evitar as doenças respiratórias. Confira:

- Alimentação equilibrada e prática de atividades físicas são hábitos saudáveis para qualquer estação do ano.

- Hidratação adequada. Beber em torno de 2 litros de água por dia.

- Evitar ambientes confinados. Abrir as janelas para arejar.

- Evitar contato com pessoas com infecções respiratórias. Evitar ambientes fechados nos quais haja pessoas com infecções (gripadas e resfriadas).

- Lavar bem as mãos regularmente.