Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / EXPLICOU

Marina Ruy Barbosa volta a fazer desabafo e crítica internautas: "Falta de sensibilidade"

Em entrevista à CARAS Brasil, Marina Ruy Barbosa explicou motivo de desabafo que viralizou em redes sociais

Marina Ruy Barbosa está no elenco da série Rio Connection, do Globoplay - Foto: Agnews
Marina Ruy Barbosa está no elenco da série Rio Connection, do Globoplay - Foto: Agnews

Constantemente críticas nas redes sociais, a atriz Marina Ruy Barbosa (28) , da novela Fuzuê, da TV Globo, voltou a falar sobre como as redes sociais se tornaram um ambiente tóxico para muitas pessoas. "Falta de sensibilidade", disse. 

Em entrevista coletiva durante a festa de lançamento da série Rio Connection, do Globoplay, a qual a CARAS Brasil esteve presente, Marina afirmou que o desabafo feito na última semana em seu Instagram foi um momento de descarregar sua indignação sobre a forma que as pessoas têm usado as redes sociais. 

"Eu não tava nem falando por mim, foi uma coisa que eu falei porque eu tinha visto na semana passada críticas à aparência de bebês", disse ela, que também viu pessoas próximas que estavam passando por algo parecido.

"Às vezes vira uma uma falta de na verdade sensibilidade, de educação, de bom senso. Então, na verdade, foi um desabafo de como a gente tá usando as redes para falar algumas coisas que às vezes são completamente desnecessárias", disparou. 

A artista reforçou que não estava necessariamente se defendendo de ataques e que atualmente tem conseguido superar com mais facilidade ataques dos haters. "Não é uma coisa que me afeta mais. Acho que depende do assunto e do momento"

Leia também: Marina Ruy Barbosa aposta em look com fenda poderosa para evento

Na última semana, Marina viralizou após compartilhar um vídeo criticando a naturalização de comentários de ódio nas redes sociais. Segundo a global, muitos internautas se divertem com mensagens as quais comparam e diminuem mulheres.

“Diversas vezes, eu me deparo com posts e com comentários que são comparativos entre duas mulheres, entre duas pessoas públicas e até mesmo comparações da mesma pessoa em momentos diferentes e idades diferentes. Gente, isso é tão cruel, isso é tão pequeno. Por que essa obsessão por diminuir ou ferir a autoestima de alguém ficou engraçado ou positivo?”, questionou.