Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Profusão de Astros na singular Veneza

Festival de cinema traz retorno de Madonna à direção e todo o glamour da alta-costura

Redação Publicado em 06/09/2011, às 18h53 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

James D'Arcy, Andrea Riseborough, de Christian Dior Couture, Madonna, de Vionnet, Abbie Cornish, de Atelier Versace, Oscar Isaac e Natalie Dormer, de Dolce & Gabbana - Reuters
James D'Arcy, Andrea Riseborough, de Christian Dior Couture, Madonna, de Vionnet, Abbie Cornish, de Atelier Versace, Oscar Isaac e Natalie Dormer, de Dolce & Gabbana - Reuters

Em contagem regressiva para a temporada prêt-à-porter em Nova York, Londres, Milão e Paris, fashionistas de todo o mundo voltaram suas atenções a uma passarela envolta por glamour, suspense, sedução e drama de outra singular cidade. Na semana passada, teve início a 68ª Mostra Internazionale D’Arte Cinematografica, o famoso Festival de Cinema de Veneza, um dos mais concorridos, respeitados e charmosos eventos da sétima arte ao lado das mostras realizadas em Cannes, na França, e em Berlim, na Alemanha. De Madonna (53) a Al Pacino (71), de Kate Winslet (35) a Keira Knightley (26), foram muitos os astros que desembarcaram por lá para essa grande festa.

Após temporada trabalhando atrás das câmeras, Madonna voltou a monopolizar os holofotes, mas fez questão de posar no red carpet com o elenco de W.E., seu segundo filme como diretora. Baseado na história do príncipe Edward VIII (1894-1972), da Inglaterra — que abdicou ao trono em 1936 para se casar com Wallis Simpson (1896-1986), uma norte-americana divorciada —, o filme é o novo xodó de Maggie. “Eu me encantei por este homem tão poderoso, que foi criado para um dia ser rei e abriu mão de um império pelo amor de uma mulher. Fiquei tocada com a ideia do sacrifício pelo amor”, contou a rainha do pop ao lado de James D’Arcy (36), Andrea Riseborough (29), Abbie Cornish (29), Oscar Isaac (31) e Natalie Dormer (29). De longo lilás com borboletas em alto-relevo, a eterna material girl se disse avessa a tratamentos estéticos invasivos. “Eu sou quem eu sou. Não gosto da ideia de alguém me colocando para dormir para depois usar facas em mim”, disparou a mãe de David Banda (5) e Mercy James (5), adotivos, Rocco (11), da união com o ex, o diretor Guy Ritchie (42), e Lourdes Maria (14), fruto da relação da cantora com o personal trainer Carlos Leon (45). Madonna recordou ainda sua primeira viagem a Veneza com humor. “Estive aqui pela primeira vez no início da minha carreira.  Cantava Like a Virgin em uma gôndola e tentava desesperadamente mostrar para as pessoas quem eu era. Em um certo momento, esqueci de me abaixar ao passar por uma ponte e bati a cabeça... talvez ainda não tenha me recuperado”, exagerou ela, que gravou cenas para o clipe do hit na cidade.

Integrante do grupo de supermodels que revolucionou os padrões de beleza na década de 1980, a top Cindy Crawford (45) também mostrou que o tempo é seu aliado. Com as madeixas soltas e maquigem que destacava os olhos, a morena deu aula de elegância com poderosas joias e modelito vermelho de um ombro só na exibição de The Ides of March, filme protagonizado e dirigido pelo amigo George Clooney (50). Cindy e o marido, Rande Gerber (49), aliás, chegaram ao local de barco com o galã. “Se você está feliz, isso aparece no seu rosto. Como minha mãe diz, é melhor ter marcas de expressão de sorrisos do que de tensão”, defendeu Cindy.

As atrizes Gwyneth Paltrow (38) e Kate Winslet, dos longas Contagion e Mildred Pierce, respectivamente, preferiram investir em tons claros e conquistaram aplausos pela silhueta invejável. Já Monica Bellucci (46), protagonista de Un Été Brûlant, surgiu com vestido de renda preto que desapontou os fãs que esperavam algo mais exuberante da musa italiana. Camaleoa fashion, Evan Rachel Wood (23) apostou em um look dramático preto na estreia de Mildred Pierce e outro cosmopolita off-white na exibição de The Ides of March. As generosas fendas e as madeixas bem curtinhas fizeram sucesso. “Usei cabelo comprido por muito tempo, sempre tive vontade de cortar, mas nunca tinha coragem. Não mudei por causa de nenhum papel, fi z por mim mesma e me sinto muito bem”, comentou a loira. “Adoro Veneza e este é o meu festival favorito. Comemorei meus 16 anos aqui, dançando na Piazza San Marco”, emendou ela.

Figurinha fácil nas listas das celebridades mais bem vestidas, a inglesa Keira Knightley brilhou com um longo dourado de mangas compridas e saia evasê na première de A Dangerous Method, ofuscando até mesmo os recortes da colega de elenco Sarah Gadon (24). No tapete vermelho, Keira revelou ser fã dos figurinos de época usados no filme. “Eu adoro e não sei explicar a razão, acho que é uma questão de gosto. Amo história, amo ler livros de história, e participar de filmes assim é um dos privilégios do meu trabalho”, contou ela.