PATRÍCIA FRANÇA REVELA: 'ME SEPAREI E JÁ SUPEREI'

SUCESSO NA NOVELA PROVA DE AMOR, A ATRIZ FALA PELA PRIMEIRA VEZ SOBRE O FIM DE SEU CASAMENTO

sexta 24 fevereiro, 2006
Em casa, no Rio, Patrícia â¬
Em casa, no Rio, Patrícia â¬" que vive a policial Diana na trama da Record â¬" relembra sem traumas o fim da união de seis anos com o analista
por Carlos Lima Costa Recomeçar é a palavra que define o atual momento de Patrícia França (34). Há dois meses, em dezembro, quando ela e o analista de sistemas Paulo Lins (35) completaram seis anos de casamento, em vez de comemorarem, os dois viveram o drama da separação. Na casa que construiu e mora há três anos no Recreio, Rio, a atriz fala pela primeira vez sobre o desfecho de sua história de amor, que deixou como fruto Fernanda (5), sua única filha. "Foi uma separação como acontece com qualquer pessoa. Acabou, mas somos amigos", observa ela, que no momento brilha como a policial Diana, de Prova de Amor, da Rede Record. A novela vem mantendo média de 19 pontos de audiência e já chegou a ser líder no horário. - Por que a separação? - Um desgaste natural, normal. Eu me separei, tenho a minha dor, outra pessoa separada tem a sua dor. São dores com proporções e cores diferentes. Normal. Acabou e as pessoas têm que ser civilizadas e lembrar que existe uma criança que precisa ser respeitada, cuidada, que necessita de pai e de mãe. Hoje, eu e Paulo somos amigos. - Então a fase é de superação? - Não tem como não ser. Você separa mas não fica para morrer, não! (risos) - Você já está pronta para viver uma nova história? - Está tão difícil homem nesse mundo! (risos). Não existe fórmula para estar ou não com alguém... não existe fórmula para nada. - E a Fernanda, aceitou bem? - O grande barato com a criança é você falar a verdade com cuidado, lirismo, mas sempre prezando pela verdade. Ela aceitou bem porque eu e o Paulo já vínhamos nesse processo há um tempo. Tentamos ficar juntos, cada um na sua casa, mas também não deu certo. Como foi acontecendo por etapas, ela já havia entendido que havia uma separação de casas. Assim, para a separação final acabou ficando mais fácil. Fernanda está bem. - Você se considera uma mãe careta, rígida, ou liberal? - Não acredito em educação sem limite. Se pai e mãe não impõem limites, a criança não se sente amada. Limite é atenção. Mas Fernanda é fácil de lidar. Agora, é importante também soltar um pouco a rédea para a criança aprender a se proteger. Isso prepara para a vida adulta. Crio filho para o mundo. - O que a Fernanda acrescentou à sua vida? - Desde muito nova sempre quis ser mãe. A Nanda não foi planejada, mas fiquei muito feliz quando soube que estava grávida. A maternidade nos transforma. Desde então, ela é minha amiga, companheira, fazemos tudo juntos. E aprendo muito. Fernanda me ensina a ser mais despojada, a não levar a vida tão a sério. Quando aos 18 anos vim de Recife para o Rio, deixei minha família, minha cultura, amigos... Durante muito tempo fiquei um pouco perdida aqui no Rio, me tornei mais séria. A Fernanda me trouxe de volta um frescor que eu havia perdido. Filho significa renovação. - Como é o cotidiano de vocês? - Ainda estou aprendendo a ser mãe. Sou responsável, cuidadosa, atenta, mas não me considero uma mãe excepcional. Às vezes, falta uma certa organização do meu tempo. Mas procuro estar sempre atenta ao movimento dela. - Ela pede um irmão? - Às vezes. Ela é muito carente de família, porque na verdade todos os meus familiares e os do pai estão em Recife. Somos os dois de lá. E quando está em Pernambuco, ela se sente muito amada pelos primos, avós, tios... Aqui tem a Nina, a cachorrinha, que dá uma segurada, e os amigos, pois ela é muito sociável. Mas acho importante ter irmão. Eu penso em ter mais filho sim, mas não agora. Acho legal um casal, mas se vier outra menina está ótimo também. - Hoje você vive ótima fase profissional. Qual o segredo do sucesso de Prova de Amor? - Em primeiro lugar, a história envolvente. Tem todos os elementos que uma novela precisa: romance, aventura, o duelo do bem contra o mal, humor e drama. Depois, acho que a qualidade de imagem da Record vem melhorando. Sem falar no elenco, na direção e na música, tudo muito bacana. Acho que independe de qualquer coisa, inclusive das novelas da Globo estarem bem ou não. Prova de Amor é um sucesso por si só, as pessoas me abordam o tempo todo nas ruas. - Em que aspecto você se parece com a Diana? - No fato de ser muito ética. É louco, porque parece auto-elogio, mas não é. Sou uma pessoa muito séria e seletiva também. - Isso se reflete nos seus relacionamentos? - Normalmente pessoas seletivas namoram menos e as relações duram mais. Nunca fui de ficar, sempre fui muito quieta. Prefiro me aprofundar no relacionamento. Agradecimentos: Antonio Bernardo, Cantão, Colcci, Totem Kids; Produção: Claudia Mello, Beleza: Andrea Alencar.

Mais Notícias

sexta 24 fevereiro, 2006
sexta 24 fevereiro, 2006
sexta 24 fevereiro, 2006
Atualizado sexta 24 fevereiro, 2006 (100204) | 14/11/2018 09:39:47

Mais conteúdo sobre:

CARAS Recomenda

  1. Bruna Marquezine se espanta com atitude inusitada da irmã
  2. Hiking no Alaska: o frescor das geleiras no estado americano
  3. Patricia Abravanel comemora gravidez ao lado dos dois filhos
  4. Horóscopo semanal: veja as revelações de Oscar Quiroga

Receba em Casa

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 Anitta e Whindersson Nunes se encontram em Los Angeles
  2. 2 Solteiro, Kevinho posa sem camisa e recebe elogios: ''Gato''
  3. 3 Sabrina Sato mostra barriga e desabafa: ''Só falta nascer'''
  4. 4 Veja o vídeo do casamento de William Bonner e Natasha Dantas
  5. 5 Após ser inocentado, Douglas Sampaio mostra briga com ator
  6. 6 Wesley Safadão divulga comunicado sobre processo contra fake
  7. 7 Claudia Raia ousa em vestido decotado e com fenda
  8. 8 Juliana Paes rebola ouvindo É o Tchan e quase mostra demais
  9. 9 Davi Lucca encanta a web ao lado de Rafaella Santos
  10. 10 Thais Fersoza mostra novo membro da família em clique fofo