Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

‘Nunca fiquei com fã’, diz Léo Santana, do Parangolé

Em conversa com CARAS Online, Léo Santana, vocalista da banda Parangolé, fala sobre mulheres, carreira, vaidade e diz que sonha em ser pai

Kellen Rodrigues Publicado em 16/11/2011, às 12h51 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Léo Santana lança DVD em Salvador - Divulgação
Léo Santana lança DVD em Salvador - Divulgação

“Pode me usar, pode ficar à vontade. Pode brincar do que quiser comigo”. A letra sugestiva - como boa parte dos axés – é de Leite Condensado, novo sucesso da banda baiana Parangolé. Na voz de um Léo Santana bem dançante – e solteiro - é uma das apostas do DVD Todo Mundo Gosta, lançado este mês em Salvador, que traz várias outras candidatas a hits do carnaval. Enquanto canta refrões provocativos e rebola no palco, o rapaz de 23 anos admite que faz grande sucesso com as mulheres, mas costuma ser discreto fora dele. Solteiro desde o fim do namoro com a ex-assistente de palco do programa Pânico na TV!, Nicole Bahls (26), em setembro, ele abriu o coração em conversa com CARAS Online e revelou tudo o que os fãs querem saber. Porém, nem todas as notícias são boas: “Não me envolveria com fã”, revelou.

Confira o bate-papo:

Como é sua rotina? O que você gosta de fazer?

Sou uma pessoa como qualquer outra normal, claro. Tenho um certo trabalho meio louco, mas sou uma pessoa bem tranquila, bem família. Quando eu não tenho nada pra fazer devido a trabalho e shows, gosto de ficar em casa, sair pra jantar, dar risada, ir ao cinema. Gosto de ir para o shopping comprar, aliás, tenho até que parar com essa mania (risos). Sou muito tranquilo, caseiro, gosto de ficar em casa jogando vídeo game, gosto de ir pra casa dos meus pais, ficar com eles, jogar bola com os amigos.

É vaidoso? Como você se cuida?

Faço malhação, limpeza de pele às vezes, sempre que posso. Depilação sou muito fã (risos), fazer as unhas. Gosto de ser estar sempre bem arrumado, cheiroso. Sou bastante vaidoso, mas no padrão que homem tem que ser, não metrossexual.

Mas quem faz tudo isso é considerado metrossexual...

Ah, eu não acho. Porque é tudo no limite, né? Gosto de estar bem, acho que todos os homens têm que pensar dessa forma. Gosto de fazer unha, pé e mão, estar bem comigo mesmo. Acho que vaidade não quer dizer que é gay, vaidade é a pessoa se sentir bem.

Você está solteiro desde o fim do namoro com a Nicole?

Estou solteiro. Foi meio que loucura eu e a Nicole... namoramos dois meses, devido a pensamentos totalmente diferentes, trabalhos diferentes, agendas loucas, eu resolvi conversar e dizer que não dava mais devido a isso. Então terminamos numa boa, graças a Deus. Não tenho o que falar dela, ela não tem o que falar de mim, terminamos superbem, e foi isso, bola pra frente. É aquele ditado: solteiro sim, sozinho nunca.

Vocês estavam juntos no auge da polêmica envolvendo ela e outra panicat (Nicole acusou Juju Salimeni de sacrificar animais em rituais de macumba). Você opinava?

Eu preferia nem me meter nesse caso. A Nicole é um amor de pessoa, super do bem, eu posso falar isso com convicção, só que é uma menina que precisa de uma certa direção, sabe? É tudo ela sozinha. Se o trabalho que eu tenho fosse sem direção acho que eu estaria louco. Tem que ter produtor, tem que ter assessoria, empresários por trás, um conjunto da obra. A Nicole precisa muito disso, acho que isso conturba muito ela, o pensamento, as ideias.

Agora que você está solteiro, as fãs podem ter esperanças?

Não tenho o costume de ficar com fã, nunca fiquei e pretendo não ficar. Posso até estar sendo meio que rude, errado, enfim. Eu tenho o pensamento que, se eu ficar com uma fã, isso vai contaminar todas as outras fãs e vão se sentir no direito de ter o Léo Santana também assim. Fã é fã, ela tem que me admirar como artista, não como homem, com desejo. Esse pensamento pode estar até sendo louco, mas eu não me envolveria com fã.

Então, além de não ser fã, qual o requisito para conquistar você?

Ser natural, ser ela mesma. Personalidade é fundamental. Acho que estou solteiro devido a isso, quero que a pessoa se interesse por mim, Leandro Silva de Santana, e não pelo artista Léo Santana. Sei que o primeiro impacto pode ser o artista, mas que venha a me conhecer e realmente desvincular. A minha solteirice é devido a isso também. E que seja verdadeira, sincera, que compreenda o meu trabalho que é uma loucura, então é isso. E que seja mulher, claro (risos).

E bonita, não?

Não tenho um gosto específico. A maioria das meninas que eu já fiquei é forte, pernuda, turbinada (risos). Mas não é porque eu quero, acho que é pelo meu porte (Léo tem 1,98m de altura) que deve atrair, para combinar e tal. Eu gosto de mulher. Negra, loira, forte, magra....

Já levou fora?

Já, claro. Como todo ser humano. Nunca fui de chegar até a mulher para intimar, tentar convencê-la. Sempre fui de sinais bem discretos, trocar olhares, piscadinha de olhos, pedir contatos, conversar depois, nunca fui de ficar em balada, sou muito discreto.

Você mora com sua família?

Moro sozinho há três anos. Saí da minha comunidade aos 19, perto dos 20. É uma experiência boa. Estou acostumado, não consigo mais morar com ninguém hoje.

Como foi sua infância?

Foi maravilhosa. Um pouco de dificuldades como algumas pessoas têm. Tive uma infância estudando sempre, com certa dificuldade financeira, de roupas, saúde precária, enfim. Mas sempre fui feliz, uma família muito feliz. Tenho muito orgulho de falar da minha comunidade onde eu nasci e fui criado que é Boa Vista do Lobato, subúrbio ferroviário de Salvador. Sempre fui feliz, e hoje sou bem mais.

Sonha em ser pai?

Claro que sim. Amo crianças. Tenho um fã clube infantil imenso, a criançada me adora. E tenho o sonho de ter um filho em breve, só falta achar a mulher certa (risos).

Como está o novo DVD?

O que mais me impressionou foi o cenário e as músicas, que é o principal. Fizemos com bastante carinho, foram dois meses de trabalho dedicado ao DVD e agora pronto a gente vê que valeu a pena cada suor, cada trabalho. A música de trabalho por enquanto é Leite Condensado, que vem com a participação do Rodriguinho(33). É composição de Rodriguinho e Thiaguinho (28), foi um presente deles pra família Parangolé. Está sendo bem executada, a galera aceitou, mas no verão a gente vem com uma coisa mais alegre, mais dançante.

Qual sua aposta para o carnaval?

A gente está com o DVD de 23 faixas, 14 inéditas. A gente deixa pra escolha da galera. Mas tem duas apostas que são Bombástico, música dançante pra caramba, e Me dá Beijinho, que é mais a coisa do verão, carnaval, pegação. Essas duas a gente aposta muito, mas eu prefiro deixar a critério da galera.

Terá dancinha nova?

Com certeza. Essa Bombástico é uma dancinha até bem mais fácil que o Rebolation e Tchubirabirom.

Ping-pong com Léo Santana
Sonho: crescer mais e mais na vida artística, profissional e pessoal, e poder ajudar ainda mais a minha família.
Medo: dos vivos. Dos seres humanos.
Mico: cair no palco. Nunca aconteceu, mas tenho medo.
Ídolo:Xande (Harmonia do Samba), mas tem vários outros Ed Motta, Djavan, Ne-Yo, Usher...
Melhor e pior da profissão: melhor é que eu amo o que eu faço, acho que é a única coisa que eu sei fazer (risos). E pior é privacidade, queria ter mais.