Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

A graça e o talento internacionais consagrados pelo público carioca

Mostra de cinema contemporâneo da França é aberta com uma sessão de gala e festejada em tons verde-amarelos

Redação Publicado em 09/06/2010, às 16h29 - Atualizado às 16h31

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
As atrizes Julie, Frédérique e Anna. - JOÃO MÁRIO NUNES
As atrizes Julie, Frédérique e Anna. - JOÃO MÁRIO NUNES
O charme de Anna Mouglalis (32) foi atração na sala lotada do Odeon Petrobras, no Centro do Rio, na abertura do Festival Varilux de Cinema Francês 2010. A atriz, encantada com a simpatia dos brasileiros, é a protagonista do longa-metragem Coco Chanel & Igor Stravin sky, dirigido por Jan Kounen (46), exibido durante a noite. "Minha intimidade com a personagem começou há oito anos, quando era modelo e fui chamada por Karl Lagerfeld para desfilar para a Maison Chanel e encarnar o espírito da casa", contou Anna, cercada de admiradores. "Chanel era provocativa. Hoje, nem a pornografia no cinema e na internet causa impacto. Talvez a provocação deva voltar a ser a possibilidade de entrever um tornozelo de mulher sob a saia", filosofou a atriz. A sessão de gala para convidados foi prestigiada pelo ex-ministro do Meio Ambiente Carlos Minc (58), com a mulher, Guida Galamba (57), e por uma grande presença de espectadores do país homenageado, entre eles o cônsul- geral da França no Brasil, Jean- Claude Moyret (54), e o embaixador Yves Saint-Geours (57). Na plateia se destacavam atrizes como a estreante Julie Sokolowski (22), uma universitária escolhida para ser protagonista do filme Hade wijch, e a bela Frédérique Bel (35), de Faça-me Feliz. A exibição foi seguida de festa promovida pela socialite Claude Amaral Peixoto (65) em sua cobertura, em Copacabana. A delegação artística francesa demonstrou empolgação com o grupo de samba e pagode da Rocinha contratado pela anfitriã. "Sempre costumo abrir minha casa para prestigiar eventos culturais franceses, tenho uma forte ligação com eles", disse a socialite, que nasceu naquele país. "Eles adoram o samba e essa festa bem brasileira que somos craques em produzir", completou ela.