Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
TV / Teleton

Sondada pela Record, Luciana Gimenez diz que está 'sempre aberta a ouvir propostas'

Redação Publicado em 01/11/2012, às 15h33 - Atualizado em 26/03/2020, às 12h32

Luciana Gimenez - Manuela Scarpa/Foto Rio News
Luciana Gimenez - Manuela Scarpa/Foto Rio News

Há 11 anos no comando do Super Pop, Luciana Gimenez (42) está prestes a ganhar novo programa na RedeTV!, o Luciana By Night, talk-show noturno ainda sem data de estreia definida. Enquanto a equipe comercial da emissora trabalha na vialibização do projeto, notícias de que a Record estaria sondando a apresentadora ganham destaque no mercado. "Eu vou ficar em todas as emissoras porque eu já fui pra Band, pra Record... Eu quero ir pra Band, Record e Globo, só que eu quero trabalhar menos. Vou fazer um clone", brincou durante evento nesta quinta-feira, 1º, em São Paulo.

Luciana participou da divulgação de produtos no Studio Galaxy, no Shopping JK Iguatemi, e comentou seus rumos profissionais. "Para mim, como artista, é um prazer saber que tenho outras emissoras interessadas. É muito bom para o meu ego, eu não sou uma pessoa ególatra, mas é bom saber que as outras pessoas querem a gente", disse. "Não sou muito de falar porque é falta de ética, só quero dizer que admiro muito a Record. Sou funcionária da RedeTV!, não entrei e estou lá porque sou casada com o dono, estou porque eu gosto. Agora, eu sou aberta, sim, a sempre ouvir as propostas, como qualquer artista", disse.

Casada desde 2006 com Marcelo de Carvalho (51), vice-presidente da RedeTV!, ela afirmou ainda que tem liberdade para fazer suas escolhas e que o marido apoiaria caso decidisse mudar de TV. "A gente tem essa coisa ‘negócio é negócio, intimidade é outra coisa’. Acho que se algum dia eu chegar para ele e falar 'olha amor, eu fui chamada para trabalhar, vou fazer alguma coisa que todo mundo queira - sei lá, a gente sempre tem o sonho de ficar no lugar do Faustão (risos) -, e falasse 'amor eu vou ganhar tanto' ele ia dizer 'deixa eu ser seu agente'", disse entre risos. "A gente é muito sério, o Marcelo é meu patrão, mas eu sou uma artista. Eu trabalho lá, não sou escrava e ele também não é carrasco. O que eu não faria é dar as costas como alguns artistas às vezes fazem, eu respeitaria meu contrato".

"A Globo tinha que ceder mais"

Luciana defendeu ainda a interatividade entre os artistas de várias emissoras. Segundo ela, os canais deveriam liberar mais seu elenco para participar de atrações em outras casas. "A Globo tinha que ceder mais, porque a gente quer os artistas da Globo, eu quero ir na Globo. Acho que a gente tem que começar uma nova fase. Precisa ter essa interatividade entre os artistas, senão quem perde é o público."

Se recuperando de um gripe forte e uma crise de sinusite, Luciana não fez planos para comemorar seu aniversário de 43 anos (completados nesta sexta-feira, 3). "Acho que vou assistir a um filme com meus filhos e meu marido. No ano passado eu dei uma festa legal. Esse ano foi um ano muito legal, mas muito diferente. Acho que pra todo mundo foi um ano de aprendizagem, acho que ano que vem, e eu adoro o número 13, vai ser um ano de celebração", acredita. "Não que esse ano a gente não tenha coisas para celebrar, acho que foram momentos difíceis, mas que a gente está superando e a gente supera mais na dificuldade que quando está tudo bem e é quando a gente aprende de verdade. Acho que não estou num momento de fazer festa, não estou nem com força, estava tomando antibiótico", continuou a apresentadora, que está decidindo se participará do Teleton, dias 9 e 10 de novembro. "Estava querendo muito ir, eu vou sempre todo ano, mas eu não sei porque com filho pequeno fica tudo mais complicado. Meu nome agora é saúde e filho porque o tempo passa né, se a gente não tem saúde e filho, de que adianta tudo?", desabafou.