Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / Apoio

Filho de Astrid Fontenelle escreveu carta para os filhos de Bruno Gagliasso

Astrid Fontenelle revela que Bruno Gagliasso chorou ao receber carta escrita por seu filho, Gabriel, após o caso de racismo contra Titi e Bless em Portugal

CARAS Digital Publicado em 01/08/2022, às 13h26

Astrid Fontenelle e seu filho, Gabriel - Foto: Reprodução / Instagram
Astrid Fontenelle e seu filho, Gabriel - Foto: Reprodução / Instagram

A apresentadora Astrid Fontenelle surpreendeu ao contar que seu filho, Gabriel, comoveu o ator Bruno Gagliasso com uma carta após ver o caso de racismo contra Titi e Bless, filhos de Gagliasso com Giovanna Ewbank. Ela fez a revelação durante o programa Encontro, da Globo, na manhã desta segunda-feira, 1º.

“No sábado, quando o Gabriel viu o que tinha acontecido, ele disse para mim: 'Mamãe, posso escrever uma carta para a Titi e pro Bless?'. Eu falei: 'Claro que pode, Gabriel'. E eu mandei para o Bruno... e a carta, segundo ele, foi o momento que o Bruno chorou, conseguiu chorar, porque foi ver o quanto aquilo dói para o Gabriel, dói em mim e dói nas crianças”, disse ela.

E completou: “Na carta, ele tenta falar para eles que não é com eles, é com todos, que isso vai acontecer outras vezes, que as pessoas precisam saber o que acontece dentro da cabeça de uma criança. Que ele sabe o que está acontecendo dentro da cabeça deles. No final, ele termina falando que a cor da pele não define nada além de sua beleza”.

Logo depois, ela contou: “Eu sugeri até que a Giovanna realmente lesse a carta para eles, porque a primeira coisa que eles têm que saber é que não é com eles, não é só com eles, não vai ser só a primeira vez... e aí é que eu fico arrasada. Porque eu estou aqui e eu sei que pode acontecer na escola”.

Por fim, Manoel Soares elogiou a atitude de Gabriel de apoiar Titi e Bless neste momento. “Geralmente, quando a gente é vítima de racismo, a sensação de solidão é absurda, porque você tem a impressão de que está muito sozinho. E às vezes o pessoal vem dizendo: 'não, se acalma, não é assim não, você entendeu errado'. Então quando tem uma pessoa como ele, que diz: 'olha, eu estou aqui, eu entendo', isso conecta num lugar tão importante”, declarou.

Assista aos vídeos de Astrid Fontenelle no programa Encontro: