Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / confissões

Carolina Dieckmann revela já ter feito dieta radical e beijado alguém do mesmo sexo

A atriz participou do jogo 'Eu Nunca' com o youtuber Matheus Mazzafera

CARAS Digital Publicado em 17/12/2018, às 09h02 - Atualizado às 15h29

Carolina Dieckmann e Matheus Mazzafera - Reprodução Instagram
Carolina Dieckmann e Matheus Mazzafera - Reprodução Instagram

Carolina Dieckmann, no ar em O Sétimo Guardião, em que interpreta a personagem Afrodite, participou do canal no YouTube de Matheus Mazzafera e brincou do jogo Eu Nunca, sucesso entre as celebridades. 

Logo no início, a atriz admitiu já ter feito uma dieta radical para emagrecer. "Fiz uma quando estava em uma novela do Manoel Carlos. Ele inventou que eu virava modelo, no meio da novela, e eu era adolescente, era bem rechonchuda. Fiz uma dieta de proteína, só comia proteína. Aí eu emagreci seis quilos em duas semanas, uma coisa assustadora. Funcionou, mas não estou indicando, viu? Dieta radical não é legal", alertou ela. 

Aos 40 anos, a loira falou também sobre autoestima e afirmou: "Eu falo: 'estou gata, estou me gostando'. Mas às vezes eu acordo também sem me gostar, normal. Acho que sou mais bonita hoje do que mais jovem", disse ela, que ainda revelou alguns procedimentos estéticos. "Já fiz lazer, coisas que escamam a pele, mas botox não"

Quando o assunto ficou mais picante, Carol disse que nunca transou no primeiro encontro, mas afirmou já ter ficado com uma mulher. "Foi uma vez só, e eu estava bem louca", relatou.

No final do vídeo, a loira divertiu o público ao relembrar uma história da infância. "Eu fugi da escola aos 9 anos. Eu fiz um plano com uma amiga minha, Paola. Eu era uma capeta e falei para a minha mãe: 'estou planejando fugir da escola com uma amiga'. Aí ela falou: 'sua maluca, você não vai fazer isso', mas eu fiz. (...) Nós pegamos um metro, aí um cara que a gente nunca viu na vida levou a gente para o consultório dele, ele era psicólogo, ligou pro meu pai e conversou para que ele não brigasse comigo depois", contou ela.

Veja na íntegra: