Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Revista / Entrevista

Bruna Spínola curte as férias no Uruguai com a família

Sem deixar a atuação de lado, Bruna Spínola se dedica à arquitetura e elenca os desafios da maternidade

Por Tamara Gaspar Publicado em 20/09/2023, às 06h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Bruna Spínola mostra fotos com a família - Fotos: Revista CARAS
Bruna Spínola mostra fotos com a família - Fotos: Revista CARAS

Com ritmo intenso de trabalho, Bruna Spínola (36) aproveitou folga na agenda para embarcar em viagem recheada de cores e de sabores ao lado do amado, René Sampaio (48), e da filha, Maria Luísa (3), a Malu. O destino? O Uruguai! “Malu é superaventureira, adora conhecer lugares novos. Viajamos juntos com frequência, mas precisamos planejar ao menos uma atividade por dia para ela, como praia, parquinho, museu ou zoológico”, explica a atriz, que fez participação na série Vicky e a Musa, do Globoplay, gravou a nova temporada da série Matches, da Warner além da série Amor da Vida, do Star Plus, e se prepara para dirigir um curta com Nathalia Dill (37). Parece pouco? Não para ela, que ainda segue dedicada ao seu curso de Arquitetura. “A arquitetura e o cinema se comunicam e sempre busco uma conexão artística com os elementos arquitetônicos. Tem sido uma experiência que me completa como artista”, comenta.

– Tem vontade de trabalhar com arquitetura?
– Ainda é cedo para dizer. Não sei exatamente, porque jamais deixarei de ser atriz. É o que me move, o que alimenta a minha alma Mas, quem sabe, eu consiga, de alguma maneira, conciliar as duas artes? Seria o melhor dos mundos. A vida para mim é assim: ela está sempre em movimento.

– Como concilia carreira, estudo, maternidade...?
– Após o nascimento da Maria Luísa, me tornei uma pessoa mais focada. Sento e me concentro. Enquanto estou em produção dos próximos projetos, concilio o estudo no período da manhã, enquanto Malu está na escola. Depois, almoçamos juntas, faço ela dormir e marco minhas reuniões para a tarde, enquanto ela faz natação ou outras atividades. Malu entende que a mamãe está trabalhando.

– A maternidade mudou sua maneira de ver o mundo?
– A maternidade me faz pensar em como fazer um mundo melhor para o amanhã e para as gerações futuras. Passei a ter mais empatia com as pessoas que me cercam, como a minha própria mãe e outras mães e mulheres com as quais convivo. Tudo muda com a chegada de uma criança e, no meu caso, foi uma mudança para melhor. 

– Hoje, se fala muito sobre desromantizar a maternidade...
– Eu tinha essa ideia romantizada. Muita gente dizia: aproveita para dormir e cuidar de você enquanto ela está na barriga. Achava exagero, mas quando ela nasceu vi que é realmente difícil. A privação do sono faz o resto ser mais complicado. Tive dificuldades com a amamentação e isso me gerou frustração. O maior aprendizado é o que esse amor incondicional é capaz de transformar.

– Você já falou sobre a dor de ter sofrido um aborto. Saiu mais forte?
– Com certeza. É um momento muito delicado, sofrido, mas me fez enxergar uma série de outras coisas. Faço questão de dividir isso publicamente, pois é um assunto pouco falado. É mais comum do que se pensa e, por ser pouco falado, fica mais sofrido.

– Tem vontade de tentar engravidar novamente?
– Tenho. Mas estou um pouco focada em mim e no trabalho neste momento. Estou planejando para quando as coisas ficarem um pouco mais tranquilas.

Bruna Spínola mostra fotos com a família

Bruna Spínola mostra fotos com a família

Bruna Spínola mostra fotos com a família