Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Realeza / Bastidores

Príncipe Harry "não tem planos" de se reunir com o irmão no Reino Unido

Embora o príncipe Harry esteja no Reino Unido após o diagnóstico do rei Charles III, "não há planos" de um encontro entre ele e príncipe William

Príncipe Harry e Príncipe William - Foto: Getty Images
Príncipe Harry e Príncipe William - Foto: Getty Images

Após o diagnóstico de cancêr do rei Charles III, o príncipe Harryviajou para o Reino Unido para encontrar o pai. Sua viagem para casa pode não incluir um reencontro com seu irmão, o príncipe William.

O duque de Sussex chegou ao aeroporto de Heathrow, em Londres, na última terça-feira, 6, e viajou direto para Clarence House, residência do rei Charles III. Acredita-se que a última vez que pai e filho estiveram juntos foi em maio, quando houve a cerimônia de coroação da monarca. Vale lembrar que o príncipe Harry fez a viagem sozinho, sem sua esposa, Meghan Markle, e os dois filhos, o príncipe Archie, de 4 anos, e a princesa Lilibet, de 2 anos.

"Isso é bom", disse uma fonte próxima à casa real à revista People."Espero que [Harry] traga os netos em algum momento também, pois isso seria adorável para todos eles."

Embora o príncipe tenha se reunido com o rei Charles na terça-feira, apenas um dia após seu diagnóstico se tornar público, uma fonte real disse que "não há planos" de o príncipe Harry e o príncipe William se reunirem.

E o príncipe William tem motivos para isso. Ele se afastou dos compromissos reais nas últimas semanas devido uma cirugia abdominal realizada por sua esposa, Kate Middleton. Enquanto ela se recupera, ele passa o tempo cuidando de seus três filhos - príncipe George, princesa Charlotte e príncipe Louis. A princesa de Gales não deve retornar à vida pública até pelo menos a Páscoa, segundo o palácio.

O príncipe de Gales deve retornar às funções públicas nesta quarta-feira em uma cerimônia de investidura no Castelo de Windsor e a gala anual de arrecadação de fundos para a ambulância aérea de Londres.

Segundo a People, como herdeiro do trono, o príncipe William pode assumir algumas funções em nome de seu pai nas próximas semanas, além de seu próprio diário de compromissos. Porém, atualmente não há planos de nomear Conselheiros de Estado - membros da família real que podem cumprir deveres constitucionais para o monarca se ele estiver no exterior ou doente - para atuar em nome do rei. No momento, os cargos são ocupados pela rainha Camilla, príncipe William, príncipe Harry, príncipe Andrew, princesa Beatrice, princesa Anne e príncipe Edward.

Também existem os motivos do príncipe Harry para que o encontro não aconteça. Ele expôs a dolorosa "ruptura" entre ele e sua família nas páginas de seu livro de memórias Spare, lançado em janeiro de 2022.

Quase um ano após a publicação de Spare, o autor da obra, Omid Scobie, disse à People que "absolutamente nada mudou".

"Eu vi o lançamento de Harry de 'Spare' como sua última tentativa de dizer à sua família como ele se sentiu por anos", disse Scobie. "Porque claramente nunca houve um fórum aberto o suficiente para ter essas conversas ou compartilhar esses sentimentos."

Omid Scobie narrou tanto o colapso da família real quanto o enfraquecimento da monarquia moderna em seu livro Ultimato. Ao escrever, ele contou que "estava conversando com uma fonte logo no início do processo, e eles chamaram Harry de 'desertor' e disseram que essa era a opinião de William", relatou à People. "Eram dois homens que outrora estavam firmemente alinhados em suas perspectivas. Um deles teve que seguir em frente para também proteger a coroa."

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!