Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Sorriso Maroto mistura humor, samba e funk em gravação de DVD no Rio

O DVD 'Sorriso Eu Gosto no Maracanãzinho' será gravado no dia 15 de agosto com participações especiais de Anitta e grupo Bom Gosto

Kellen Rodrigues Publicado em 05/08/2014, às 13h38 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Sorriso Maroto - W. Possato/Divulgação
Sorriso Maroto - W. Possato/Divulgação

O dia 15 de agosto marcará mais um capítulo na bem sucedida história do Sorriso Maroto. A banda sobe ao palco do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, para a gravação do DVD Sorriso Eu Gosto - o sexto da carreira.

"Depois de 'debutar' nos nossos 15 anos, vamos começar uma nova caminhada, escrever uma nova história de mais 15, 30 anos", diz o vocalista Bruno Cardoso à CARAS Digital. "É o nosso maior voo em registro de DVD. Não em questão de público, mas de gradiosidade do local, da marca Maracanãzinho. Acho que é o primeiro registro de samba dentro daquela arena", comemora o cantor. A dobradinha no Rio - terra natal de Bruno, Sérgio, Cris, Vinícius e Fred, e onde foi gravado o álbum em comemoraçãos aos 15 anos em 2012 - foi coincidência. "O Maracanazinho nos escolheu. A gente estava com muita vontade de fazer um registro diferente, não apenas gravar um show. Queríamos uma sensação diferente, uma fotografia diferente. Gravar dentro do Maracanãzinho seduziu a gente".

Humor no palco

O repertório de aproximadamente 30 músicas terá novas versões das canções do EP Riscos e Certezas, alguns sucessos do álbum de 15 anos e músicas inéditas. O hit A Galera, de Ivete Sangalo, também será regravada pelo grupo. "Será uma grande salada de sensações, para que as pessoas tenham uma experiência de todos os sentimentos. Tem música para chorar, para quem estiver precisando extravasar sentimentos. Tem músicas para descontrair, dar uma xavecada", brinca Bruno.

Entre uma saída e outra dos músicos para troca de figurino, o público vai assistir ao show de stand up com os humoristas Rodrigo Capela e Marcelo Marrom. "Eles podem entrar por exemplo, fantasiados de Bruno", adianta o cantor. "Será para descontrair o povo. Queremos que o texto deles tenha a ver a música", completa. 

Outro ponto alto do show será um vídeo interativo com a participação de Mr Catra. "Ele vai participar para fazer um juramento. Será uma figura 'acima de todos nós mortais'. É uma brincadeira, vamos repetir o que ele está falando e isso dará início a um bloco divertido com funk. Acho que a galera vai dar muita risada", antecipa.

Na Maldade

Um das cantoras de maior sucesso no momento, Anitta dividirá o palco com a banda na música Na Maldade, composta especialmente para ela. Segundo Bruno, é uma mistura de ritmos - o funk pop de Anitta e o pagode do Sorriso. "A música fala de uma uma conquista, é um flerte. Eu estou flertando com ela e ela está no papel de poderosa, que fala que tem que saber chegar, tem que ter pegada. É um número de paquera que é super comum nas noites Brasil afora", conta.

O show terá ainda participação do grupo Bom Gosto com a música Tudo Tem Saída. "É uma música alto astral, apesar da letra ser romântica, fala da virada de página. O Bom Gosto tem esse alto astral, tem essa energia, vai ser um grande caldeirão".

Sorriso Eu Gosto

O álbum chega às lojas no final de novembro, semanas antes do Sorriso festejar seus 17 anos. E o que mudou de lá para cá? "Fora a parte estética? Alguns falam que foi para melhor, mas eu não acredito muito não", brinca Bruno. "Mas o tempo foi generoso com a gente. A banda está mais madura, mais consciente nas suas diretrizes. As porradas que tomamos na vida musical ensinaram algumas coisas, a gente consegue ter mais consciência e tranquilidade para tomar decisões", fala. "Montamos uma equipe de trabalho com as pessoas que a gente confia, mas sempre aprendendo, sugando tudo de bom e deixando de lado as coisas que não prestam. Procuramos ver as coisas a longo prazo. Fazer música é um joguinho de paciência também, nem sempre é no tempo que a gente quer, às vezes é mais lento ou mais rápido", avalia.

Por enquanto, a dúvida é sobre qual será a música de trabalho - se será em uma pegada mais romântica ou mais agitada. Enquanto isso, eles seguem os ensaios para o grande dia. "Depois do que a gente viveu com os 15 anos acho difícil vivermos alguma coisa parecida ou melhor. Não sei se seria pretenção da minha parte dizer que esse é o melhor DVD. Como projeto ele é tão grandioso ou até maior que o 15 anos", acredita o vocalista. "A gente está muito empolgado e muito confiante com tudo que vai fazer na gravação. Acredito que vá superar muito as nossas expectativas. Vamos deixar para Deus escrever essa nova história pra gente".