Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Música / Novidades!

Com faixas inéditas, Menos é Mais lança segunda parte do novo projeto: ''Gostinho especial''

O grupo Menos é Mais adiantou alguns detalhes do que vem por aí em 2021

Tabatha Maia Publicado em 15/02/2021, às 15h13 - Atualizado às 15h25

Menos é Mais revela detalhes do novo projeto Plano Piloto - Reprodução: Ricardo Ribeiro
Menos é Mais revela detalhes do novo projeto Plano Piloto - Reprodução: Ricardo Ribeiro

Nos últimos dias, o grupo Menos é Mais lançou a segunda parte do seu novo projeto, batizado de Plano Piloto EP2, que conta com cinco canções inéditas. Em uma conversa com a CARAS Digital, eles falaram um pouco sobre essa mudança, já que ficaram conhecidos pelas regravações de músicas que caíram no gosto do público. 

"Tem um gostinho especial por ser inédita, além disso, nosso álbum carrega não só esse peso do trabalho das músicas inéditas, mas também uma homenagem a nossa capital", contou Gustavo Goes, fundador do grupo que nasceu em Brasília, no ano de 2016. "O nome do álbum é Plano Piloto e além de mostrar esse novo momento que o Menos é Mais está vivendo, optamos por homenagear nossa cidade [...] por muitas pessoas associarem a gente ao Rio de Janeiro e São Paulo, fizemos questão de colocar o lugar que nos exportou, que fez a gente começar a gostar de pagode. Além disso, chama Plano Piloto porque é nosso primeiro álbum com músicas inéditas."

Segundo Goes, o álbum também veio como uma forma de apresentar a identidade do grupo: "Sabíamos que em algum momento ia acontecer, mas nunca vimos com tanto receio, vimos mais como um momento de mostrar nossa identidade de maneira íntegra. É um processo [...] trazemos o Menos é Mais na forma mais pura, no sentido que  sempre corremos atrás de tudo. Não vimos com receio, mas como oportunidade de mostrar o Menos é Mais que as pessoas já conhecem, mas de uma forma mais carregada de identidade", explicou. 

Além das canções, os fãs também já podem conhecer um pouco do grupo pelo nome: "Optamos pelo nome porque era um encontro bem intimista que fazíamos para tocar pagode em locais pequenos e que tinha uma filosofia ali de um som um pouco mais orgânico, com poucos instrumentos, apenas o necessário mesmo, com quatro músicos", explicou. "E isso foi aumentando, ganhando uma proporção, mas levamos esse nome até hoje como filosofia, algo que acreditamos. O Menos é Mais segue essa filosofia de ser um pouco mais simples, tanto na parte musical como fora dos palcos", emendou. 

Por conta da pandemia, o ano de 2020 foi bem atípico e difícil no cenário musical. Porém, também foi o ano em que o Menos é Mais viu o seu nome estourar pelo Brasil: "Um ano diferente, que conseguimos conquistar uma relevância nacional no início do ano, com números bem grandiosos na ‘internet’. Durante a pandemia, os shows que aconteceram foram seguindo os protocolos [...] então acabou que não sentimos esse calor do público como deveria ser", disse Goes, que em seguida falou sobre a importância dos prêmios conquistados: "Comemoramos tudo que acontece porque sabemos que não foi fácil conquistar o que estamos conseguindo. O grupo de Brasília conquistar o prêmio Multishow levantando a bandeira do pagode é um feito e tanto, temos plena consciência disse e somos gratos."

E se vocês fãs, estão se perguntando sobre os planos para 2021, podem ficar tranquilos que pelo jeito vem muita coisa boa por aí!  "Em relação a projetos, nesse ano de 2021 vamos gravar o Churrasquinho 2 do Menos é Mais, que foi o projeto que fez com que fôssemos conhecidos nacionalmente, que abriu as portas do Brasil. Vamos chamar outras participações, de nomes grandes que somos fãs. Além disso, vamos lançar mais músicas inéditas esse ano, além das regravações. Pretendemos lançar um DVD também. Estamos muito animados com o ano de 2021 e vamos trabalhar muito para o público continue curtindo o Menos e Mais", concluiu Goes. 

Vale lembrar que o grupo é formado por Gustavo Goes, Jorge Farias, Duzão, Paulinho Félix e Ramon Alvarenga.