Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

A sólida união de Oscar Magrini e Matilde Mastrangi

Com sua Matilde, o ator festeja 25 anos de amor e de carreira

CARAS Publicado em 06/02/2016, às 07h51 - Atualizado às 09h38

Em Itu, Matilde, uma das atrizes mais belas do cinema dos anos 1970, e Oscar revelam segredos da relação madura e feliz - João Passos/Brasil Fotopress
Em Itu, Matilde, uma das atrizes mais belas do cinema dos anos 1970, e Oscar revelam segredos da relação madura e feliz - João Passos/Brasil Fotopress

No lugar da impulsividade dos amores adolescentes, a sutileza dos gestos. No lugar das inseguranças da juventude, a certeza do sentimento maduro e equilibrado. Assim se define a relação de Oscar Magrini (54) e Matilde Mastrangi (62), que, superando diferenças e valorizando semelhanças, construíram sólida união que acaba de completar 25 anos. “Respeito e carinho são fundamentais. Matilde é minha mulher, companheira, amiga, mãe da minha filha. É minha bússola”, atesta o ator, pai da nutricionista Isabella (24). “Não é fácil. É preciso querer estar junto, investir na relação. Me casei para me separar somente na morte. Oscar é muito bem-humorado e ajudou a melhorar o meu mau humor”, diz ela. 

Para brindar as bodas de prata, o par mesclou momentos familiares e a dois no Spa Sport Resort, em Itu, SP, do amigo José Carlos Otonari (61), o Kioshi. “Sempre que dá, é aqui que passamos dias lindos, em meio ao verde, respirando ar puro, ‘pegando’ a energia boa deste lugar”, conta ele, no spa com a amada. “Sou à moda antiga.Tento agradar e fazer surpresas, mulher gosta disso. Com os anos, a relação melhora. Aumenta o amor, o carinho e a atração existe, mas não aquela loucura da juventude”, fala. “Nunca tive ciúmes. Além de não fazer parte do meu temperamento, já trabalhei na área, sei como funciona”, frisa Matilde, musa das hoje cult pornochanchadas. “Não sinto saudade. Vivi intensamente o que tinha de viver e fiz certo ao abrir mão da profissão, me dedicar ao casamento e ajudá-lo a conduzir a carreira. Alguém tinha de ficar em casa, ser o porto seguro”, diz ela, formada em Letras.

Também festejando 25 anos de carreira, Oscar credita à eleita parte do êxito. “Comecei garoto e ela me ajudou, dando a percepção que eu precisava. É minha maior incentivadora”, conta Oscar, no ar em A Regra do Jogo e nos palcos cariocas com 5 Homens e 1 Segredo. Para os próximos 25 anos, ele já sabe o que quer: “Seguir atuando e ser um velhinho muito feliz ao lado de Matilde.”