Cores da Ilha de CARAS trazem tendências de decoração

Ambientes decorados por alguns dos profissionais mais renomados do País trazem paredes protagonistas e o tom Adorno Rupestre como grandes tendências para 2018

Publicado sábado 13 janeiro, 2018

Ambientes decorados por alguns dos profissionais mais renomados do País trazem paredes protagonistas e o tom Adorno Rupestre como grandes tendências para 2018
Cores da Ilha trazem tendências de decoração - Reprodução/Revista CARAS

Na decoração e no design, a cor tem papel essencial. Independentemente do estilo do ambiente, as tonalidades escolhidas dão o tom — literalmente — da decoração do espaço. Alegre, relaxante, convidativo? A resposta está nas paredes e nas cores ali colocadas.

As cores da Ilha de CARAS 2018 exalam, além de emoções, algumas das principais tendências de decoração para o ano que se inicia. O tema desta edição, Cores e Sensações, certamente contribuiu para aflorar ainda mais a criatividade dos profissionais que reformularam a Ilha, um time de renomados arquitetos e decoradores. Eles, no entanto, não são os protagonistas desta nova Ilha, mas, sim, as paredes trabalhadas em diversas cores, vistas em diferentes ambientes.

Com o apoio da Coral, tinta oficial da Ilha de CARAS, os profissionais puderam ousar combinando tons em variados estilos e desenhos. Foi o caso da dupla Karin Kenigsberg e Andressa Fonseca, que utilizou as cores Lago Cristalino e Himalaia para criar um efeito ombré nas paredes da Suíte 2. Na varanda da Suíte 3, Claudia e João Vítor Brassaroto criaram um exclusivo cata-vento harmonizando seis diferentes tons: Himalaia, Adorno Rupestre, Mina de Cascalho, Escultura de Madeira, Antílope e Azul Pálido. A arquiteta Gorete Colaço, responsável pela decoração do Camarim, uniu parede e teto em uma belíssima geometria irregular combinando as cores Jogo de Sombras e Adorno Rupestre. Esta última, a cor do ano da Coral, foi também a escolhida pela dupla Fabiano e Tania Hayasaki para o Living, um dos ambientes de maior circulação da Ilha. Neste caso, porém, eles optaram por destacar o tom em uma única parede, iluminada justamente para valorizar a cor de 2018.

 

Adorno Rupestre: a cor do ano da Coral é um cinza rosado, suave e quente, que remete à aconchego e acolhimento, perfeito para o living.

Efeito ombré juntando as cores Lago Cristalino e Himalaia. Na cabeceira da cama, para contrastar e ressaltar os azuis, foi utilizada a cor Rosa Flamingo.

Na varanda, um cata-vento formado pelas cores Himalaia, Adorno Rupestre, Mina de Cascalho, Escultura de Madeira, Antílope e Azul Pálido.

Parede e teto unidos em uma sofisticada geometria irregular que combinou as cores Adorno Rupestre e Jogo de Sombras.

Último acesso: 03 Dec 2020 - 11:29:23 (296800).

Leia também

TV CARAS