Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Leona Cavalli conta como gosta de combinar peças rústicas com modernas

Atriz global confere ambientes da Casa Cor e extrai ideias para incrementar o lar. No ar em 'Amor à Vida', ela ainda fala sobre a polêmica que envolve a sua personagem na novela de Walcyr Carrasco

Redação Publicado em 11/06/2013, às 09h17 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Em SP, Leona Cavalli visita a mostra em busca de conceitos para decorar apartamento e sítio. Ela se encanta com a mescla de materiais - Rafael Renzo
Em SP, Leona Cavalli visita a mostra em busca de conceitos para decorar apartamento e sítio. Ela se encanta com a mescla de materiais - Rafael Renzo

No ar com a trama global das 9, Amor à Vida, Leona Cavalli (43) vem dividindo as gravações da novela com uma minuciosa e prazerosa missão: decorar seu novo apartamento paulistano. Para se inspirar, a atriz circulou pelos ambientes da Casa Cor São Paulo, de onde tirou ideias inovadoras para o seu lar. “A mostra está incrível. Gostei muito das misturas de materiais, das cores mais fortes e da composição que une o rústico com o sofisticado. Os espaços com elementos de jardim também me agradaram. Meu arquiteto, Giovanni Chrystian Pecorini, me acompanhou nessa visita”, destacou a gaúcha, que ainda aproveitou a passagem pela 27ª edição da mostra para encontrar novidades para seu sítio, no Rio, atualmente em reforma. “Lá, por exemplo, procuro mesclar peças rústicas com detalhes mais modernos. Também gosto de incrementar a decoração com objetos que compro nas minhas viagens, principalmente instrumentos musicais, sou apaixonada por eles”, emendou a elegante loira.

'Amor à Vida': Aline e César têm a primeira noite de amor

Intérprete da obstetra Glauce no folhetim, Leona avalia a polêmica que envolve sua personagem, que entrou em conflito ético ao falsificar o prontuário de um bebê para que Bruno, personagem de Malvino Salvador (37), assumisse a paternidade da criança. “Glauce é apaixonada por Bruno e fez isso por amor, por acreditar que aquele seria o melhor caminho para ele e para o bebê, mas acaba envolvida em um conflito interno. Entretanto, na vida real, eu não faria algo assim! Lógico que é o amor que move o mundo e nossas vidas, ele é fundamental, mas há um limite e ele começa quando passamos a desrespeitar o outro e a nós mesmos”, analisou a artista. “Gravar essa novela está sendo uma delícia, pois é verdadeira, tem um elenco maravilhoso, sem falar que é uma honra trabalhar em uma trama escrita pelo Walcyr Carrasco, ressaltou ela, que faz mistério quando o assunto é seu coração. “Estou amando”, limitou- se a comentar a estrela.

Leona Cavalli navega em defesa da paz no Pantanal

Com 20 anos de carreira, a atriz orgulha-se de sua trajetória profissional que inclui trabalhos na televisão, teatro e cinema. “Desde criança eu já sabia que queria ser atriz e nunca desisti desse sonho, superei tudo com alegria e amor e acredito que as pessoas podem alcançar o que desejam e evoluir em todas as áreas”, comentou. “Apesar do tempo, sinto que estou sempre aprendendo, vivendo fases e momentos diferentes. Amo meu trabalho e tive a sorte de fazer papéis maravilhosos, tanto no cinema como na televisão, mas é importante se renovar, ser humilde e estar aberta para novos desafios”, completou a bela.

Leona Cavalli: "Moda tem a ver com estado de espírito"

Empolgada com seus projetos, Leona está contando os minutos para duas estreias nas telas, os longas Anna K., dirigido pelo artista plástico José Roberto Aguilar (72), e Casa da Mãe Joana 2, de Hugo Carvana (75), ambos previstos para o segundo semestre. “No primeiro, faço a Anna, uma estudante de russo que passa por um processo de identificação com a personagem Anna Karenina, do escritor Leon Tolstói, e desenvolve uma dupla personalidade. O filme é o processo de unificação dessas duas personalidades. Já no segundo, uma comédia, contraceno com grandes nomes como José Wilker e Paulo Betti”, explicou a atriz.