Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Robert De Niro conta memórias do pai, que era gay, em documentário

Assista a um trecho do documentário de Robert De Niro sobre o seu pai

CARAS Digital Publicado em 27/05/2014, às 19h36 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Robert De Niro - Getty Images
Robert De Niro - Getty Images

Grande nome do cinema hollywoodiano, Robert De Niro resolveu dividir com o mundo algumas de suas recordações de seu pai, o Sr. Robert De Niro, que foi um pintor e era homossexual. Em um documentário para o canal HBO, chamado Remembering the Artist: Robert De Niro, Sr, o ator recorda a convivência com o pai e o conflito dele com a sua opção sexual.

“Para mim, ele sempre foi um grande artista. Ele, provavelmente, estava em conflito por ser gay, por ser desta geração e ainda viver em uma pequena cidade no norte do estado. Eu não tinha muita consciência disso. Gostaria que tivéssemos falado mais sobre isso. Minha mãe não quer falar sobre isso, e você perde o interesse quando chega em uma certa idade”, declarou.

Embora admire o pai, De Niro não tinha uma relação próxima com ela. “Nós não éramos o tipo de pai e filho que jogava beisebol juntos, como você pode perceber. Eu não ficava muito com ele, porque ele e minha mãe sempre foram divorciados. Eu cuidava dele em certos momentos. Ele era ausente em alguns aspectos, mas muito amoroso, gostava muito de mim... Assim como sou com meus filhos”.