Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Benedict Cumberbatch pede que governo perdoe homossexuais condenados no passado

O ator pede que 49 mil homens condenados sejam perdoados

CARAS Digital Publicado em 02/02/2015, às 15h32 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Benedict Cumberbatch - Getty Images
Benedict Cumberbatch - Getty Images

O ator Benedict Cumberbatch, indicado ao Oscar 2015 pelo filme O Jogo da Imitação, em que vive Alan Turing - um matemático que ajudou Londres a vencer a  2ª Guerra e acabou sendo condenado pelo governo britânico por ser homossexual - , pediu ao governo britânico que perdoe  os gays e bissexuais condenados no passado pela antiga lei do 'atentado violento ao pudor'.

+Confira quem são os apresentadores do Oscar dos últimos 15 anos

Em uma carta publicada pelo jornal 'The Guardian', ele elogia o governo, mas pede que 49 mil homens condenados sejam perdoados.

Além do ator, Rachel Barnes, Morten Tyldum e Stephen Fry também apoiam a causa.