Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Saiba tudo sobre as lutas funcionais, sucesso entre as famosas, que queimam até 1000 calorias por aula

Muay thai, MMA e boxe tonificam os músculos, aliviam o estresse e a TPM e ajudam a secar. Sabrina Sato e Giovanna Ewbank são adeptas de treinos que misturam os diferentes tipos de luta. Veja os benefícios destas aulas!

Luiza Camargo Publicado em 17/12/2013, às 14h53 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Sabrina Sato lutando - Divulgação/Cortesia Sabrina Sato
Sabrina Sato lutando - Divulgação/Cortesia Sabrina Sato

As lutas se transformaram nas atividades preferidas das famosas. Com o corpo perfeito, Sabrina Sato é adepta do Muay Thai e do boxe e vive publicando imagens de seus treinos em suas redes sociais, assim como Carolina Dieckmann, Fernanda Souza, Sandy,Fernanda Paes Leme e outras estrelas.  

Além das aulas de apenas um tipo de luta, há uma novidade que tem conquistando fãs como Giovanna Ewbank e Fiorella Mattheis. É a chamada ‘funcional fight’, que mistura várias técnicas e métodos em apenas uma aula.

+ Zumba: saiba tudo sobre esta dança latina que queima 1000 calorias por hora

+ Famosas abandonam a academia para malhar na praia; veja os treinos e os benefícios

Segundo o lutador e professor de MMA e muay thai  Roberto Abú, as lutas trazem milhares de benefícios para o corpo e a mente das pessoas.

Elas trabalham o corpo todo, proporcionando maior tônus muscular nos braços, costas, abdômen, coxas e panturrilha. Também melhora o reflexo e a habilidade ágil, alivia o estresse e os sintomas da TPM e ajudam na resistência muscular e cardiorrespiratória".

Outros fatores favoráveis do MMA, muay thai e boxe é que eles são muito democráticos e podem ser praticados sem preocupação, já que não há contraindicações e pré-requisitos.

O único pré-requisito para lutar é ter uma boa disposição, o resto será conquistado com o treino, seja parte física ou técnica. Também não tem contraindicação desde que as aulas sejam elaboradas e feitas por profissionais especializados que saibam as particularidades dos alunos instruindo-os da melhor maneira possível”, afirma o especialista.

O gasto calórico é impressionante em todos os tipos de luta e pode chegar a 900 calorias em uma hora de treino dependendo do nível do aluno.

Não existe melhor luta, existe o comprometimento individual com qualquer arte marcial que seja. O gasto calórico em todas as aulas é muito alto, de 800 a 1000, então experimente todas e descubra com qual você se identifica mais”, indicou Abú.

Muitas famosas têm personais trainers exclusivos, que treinam apenas com elas. Como este tipo de atendimento é caro para a maioria das pessoas, muita gente se pergunta se vale a pena participar de aulas coletivas. Segundo o professor, não há problemas em se exercitar em turmas, já que elas são tão produtivas como as particulares.

Aulas coletivas rendem bastante, até porque para se tornar um lutador você precisa dos mais variados treinos com o maior número de parceiros (as). Aulas lotadas estimulam cada vez mais e mais os alunos e competidores a melhorar o desempenho pessoal, não há problema algum”.