Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

De mudança para Los Angeles, Fernanda Machado curte lua de mel na neve

Em Park City, no estado de Utah, a atriz e o marido, Robert Riskin, curtem dias de romance e aventura

CARAS Publicado em 11/02/2014, às 17h21 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Fernanda Machado em lua de mel na neve - Cadu Pilotto e Jaime Bórquez
Fernanda Machado em lua de mel na neve - Cadu Pilotto e Jaime Bórquez

A agenda da atriz Fernanda Machado (33) não tem espaços em branco. Após o trágico fim de sua vilã em Amor à Vida, em janeiro, duas semanas antes de a novela terminar, ela tem emendado um trabalho no outro, cuidou de seu casamento com o empresário norte-americano Robert Riskin (29) — a quem disse sim no dia 2 de fevereiro, em romântica cerimônia entre seus familiares, na sua cidade natal, Maringá, Paraná — e agora acerta a sua mudança para os Estados Unidos, onde vai morar este ano com o eleito. Assim que pousarem na Califórnia, onde reside a família de Bob, eles fazem lá outra cerimônia, mais íntima. 

+ Fernanda Machado se casa em cerimônia íntima em Maringá, sua cidade natal

Romântica também foi a viagem que o casal fez para a lua de mel, à charmosa Park City, em Utah, Estados Unidos, terra onde acontece o prestigiado Festival de Sundance. Foi lá que, inseparáveis e apaixonados, eles curtiram merecidas férias antes da maratona que deve ser 2014. Entre os planos, a chegada do primeiro herdeiro. “Vai ser um ano de descobertas, de  entendimentos. Como vai ser o trabalho? Como vai ser tendo filhos? Não quero sofrer por antecipação. Vivemos um dia de cada vez”, disse a atriz, que segue carreira no cinema em Los Angeles e lança, em março, Confia  em Mim, longa em que interpreta uma chef de cozinha e contracena com Mateus Solano (32), seu colega de elenco em Amor à Vida.

– Vocês vivem ‘coladinhos’?
– Quando se encontra a pessoa certa, dá vontade de casar. Passamos muita coisa juntos. Nossos problemas de saúde — fiz cirurgia de endometriose; Bob operou o joelho —, o pai dele foi parar no hospital... A gente tem uma energia boa, a mesma frequência. Queremos levar uma vida calma. É tão difícil conseguir isso. Em uma cidade grande, tudo leva a perder a paciência, a perder a tolerância. Tentamos ser um casal de sorrisos e bom humor, levar tudo de maneira leve. Temos esta mesma vontade, trilhar o mesmo estilo de vida. Robert – Estou muito feliz por fazer nosso casamento no Brasil. Foi muito especial para celebrar nosso amor. Vivemos um amor lindo. Amo tudo nesta mulher.

Como vai ser o ano de 2014?
– Tenho previsto rodar um filme em L.A. chamado Broken. É difícil fazer planos muito à frente porque tenho contrato com a Globo e, se a emissora me chamar, a prioridade é dela. Fiz um teste para um novo longa. Personagem pequeno em um filme grande, mas não sei se conseguirei fazer por conta de  documentação para trabalho. Tenho uma agente muito boa em L.A. Mas agora que vou morar lá, quero fazer testes, tentar entrar em mais projetos. Tenho uma carreira no Brasil que construí com carinho e dedicação, jamais vou abandonar o País. Mas queria muito criar meus filhos em Santa Bárbara. O Bob nasceu em L.A., mas, com 1 ano, a mãe dele mudou-se para Santa Bárbara. Sei o quanto foi bom para ele ser criado lá, em meio à natureza, estando outdoor. Criança que brinca na rua e prefere isso que estar ‘ligado’ em um tablet. Qualidade de vida para meus filhos é muito importante. Vontade de criá-los lá. Apenas vontade, não planos.

– Vocês já esquiavam?
– Já tinha visto neve, mas nunca tive a oportunidade de esquiar. Sempre tive esta curiosidade. Bob faz snowboard desde pequeno. Em Park City, vi famílias inteiras, todos com intimidade com o esqui, de crianças a senhores. Tomara que seja assim o nosso futuro. Aprendi a esquiar, mas preciso treinar mais. O snowmobile foi meu preferido. Tive moto por dois anos na faculdade de Teatro. Ganhei uma scooter do Bob, que está me esperando na Califórnia. Ela se chama Cali Classic, sendo que Cali é o nome da minha cachorrinha, de 1 ano e meio. Coisas do Bob, surpresinhas diárias.

Vocês planejam filhos?
– A vontade é ter dois. Se der tempo, claro. Quero poder passar férias em família. Neve, esqui e snowboard é diversão para fazer junto, em qualquer idade. Estou cuidando da endometriose, após o diagnóstico tardio, e fiz cirurgia. Os médicos dizem que é preciso engravidar logo. Que a gravidez regride a doença. Os planos são para este ano, mais para o fim.

Gostaram de Park City?
– A cidade é uma graça. Estamos cada vez mais com vontade de morar em um local mais calmo, menor. Santa Barbara é assim. Em Park City nos vimos nesta situação, de ter outro estilo de vida. Com a neve, fica tudo lindo, charmoso. Aqui tudo tem um quê histórico. Os hotéis são incríveis. A Main Street tem muitas galerias, unindo cultura e arte. É uma cidade que as pessoas vêm em família. Queria meus pais, irmão e sobrinho aqui. Vamos voltar com certeza, desta vez trazendo alguém das nossas famílias.