Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / Casamento

Giovanna Ewbank relembra traição de Bruno Gagliasso: ‘Fomos sábios’

Giovanna Ewbank relembra a decisão de perdoar o marido, Bruno Gagliasso, após ter sido traída por ele no início do casamento

por Priscilla Comoti

pcomoti_colab@caras.com.br

Publicado em 28/11/2023, às 09h21

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank - Foto: Reprodução / Instagram
Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank - Foto: Reprodução / Instagram

A apresentadora Giovanna Ewbank relembrou quando foi traída pelo marido, Bruno Gagliasso, no passado. Na época, os dois chegaram a se separar, mas reataram pouco tempo depois quando ela decidiu perdoar o amado.

Agora, em entrevista no programa 50 & Tanto, do Globoplay, a estrela relembrou a decisão de reatar o casamento apesar da grande repercussão do assunto na mídia.

"Eu tinha feito três anos de casamento. Nós éramos muito novos. Casei com 22, ele com 26, e aí teve aquela coisa que todo mundo soube, da traição e tal, e a gente tendo que entender o que a gente queria sem ter que pensar no que os outros estavam pensando ou o que iam dizer se a gente voltasse ou não", disse ela. 

E completou: "Nós éramos muito jovens, mas fomos muito sábios em seguirmos o nosso coração e entender que a gente de fato queria ter aquela parceria que a gente tinha". 

Giovanna Ewbank nega rumores de nova traição

A atriz e apresentadora Giovanna Ewbank veio a público negar que foi traída pelo marido, o ator Bruno Gagliasso. O desabafo da atriz chamou a atenção de muitos fãs, que não sabiam que a história está circulando.

Os boatos foram publicados pelo jornal Correio Brasiliense na última segunda. Na reportagem, é revelado que o ator teria traído a loira. Um jornalista também afirma que o casamento entre os dois estaria "na corda bamba".

Em sua declaração, Ewbank disse que considerou o conteúdo preconceituoso e afirmou que seu casamento está em paz. "Oque pro jornalista e pra sociedade é normalizado, e ele joga isso sem responsabilidade de apuração. Se a mentira fosse que eu tivesse traído o Bruno, isso seria a chamada e eu estaria sendo chamada de vagabunda pra baixo. Porque a traição do homem é legitimada e incentivada. Mas a mulher não pode ter discurso de traição. Está aí o feminicídio pra comprovar", afirmou. 

Por fim, Giovanna Ewbank contou que sua vida pessoal está muito bem. "E para quem quiser saber, para quem tiver interessado, eu continuo muito bem casada, muito obrigada, bem feliz, graças a Deus, com os meus filhos e muito bem sucedida. É isso gente. Vamos refletir. Beijo", declarou. 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!