Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Vendedores por um dia, José Loreto e Débora Nascimento promovem a tecnologia

José Loreto e Débora Nascimento receberam um convite um tanto diferente, e toparam! A dupla encarou se transformar em vendedores de loja por um dia - tudo pelo amor à tecnologia

Redação Publicado em 20/09/2012, às 23h45 - Atualizado em 23/09/2012, às 23h28

José Loreto e Débora Nascimento - Fábio Miranda
José Loreto e Débora Nascimento - Fábio Miranda

Sucesso em Avenida Brasil como Darkson e Tessália, os atores José Loreto (28) e Débora Nascimento (27) receberam um convite um pouco diferente do usual - ser vendedores de loja por um dia. A dupla disse sim e encarou numa boa a nova missão - promover a tecnologia na inauguração de uma nova loja da Samsung em São Paulo nesta quinta-feira, 20.

Débora assumiu que estava um pouco tímida, mas que "com esses produtos, não tem como não vender, assim fica fácil", disse ela que é "fissurada por eletrônicos": "Tenho de tudo e quando lança um novo produto fico roendo as unhas para poder ir à loja e comprar", assumiu. Apesar da timidez, Débora se saiu muito bem e revelou o segredo: já teve experiência anterior com vendas. Pois é. Além de atriz, ela é designer de joias: "Já vendi uma peça que fiz à mão para uma amiga", contou. 

Para José Loreto podia se esperar que fosse mais fácil, já que seu personagem na novela vive anunciando as roupas da loja A Elegância cheio de estilo: “Experiência de vendedor só a do personagem. Mas, modéstia à parte e puxando sardinha para o meu lado, ele é um ótimo vendedor", brincou. Sobre a tecnologia, o ator comemorou tudo que é novo: “Sou daqueles que vejo as pessoas mudar de aparelho e fico sempre com um pezinho atrás, dizendo que não preciso, mas a tecnologia sempre ganha, viva o 3D, viva o que vem de mais moderno, pós moderno, contemporâneo. Se vem para agregar, que seja bem-vindo”.

É o que sentiram também os atletas André Brasil (28) e Sarah Menezes (22) quando estavam fora de casa competindo nas Paralimpíadas de Londres. "Ter um aparelho que a gente consiga falar com a família, além dos aplicativos para estar interado com o que está acontecendo no Brasil, é muito bacana. Além do que acessar a internet durante a competição e ver coisas positivas, palavras de incentivo do povo brasileiro sempre dá uma emoção a mais, dá mais motivação para que a gente busque por mais medalhas", disse André. Já Sarah destacou a aproximação com a família que a tecnologia proporciona: "É rotina para nós atletas usar a tecnologia para um contato mais próximo com nossos familiares, com o Brasil, mesmo que estejamos distantes”, pontuou.