Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Jim Carrey: ‘Tentava fazer minha mãe rir’

Ator canadense Jim Carrey contou em entrevista ao Fantástico que procurava fazer sua mãe rir para tirá-la da depressão

Redação Publicado em 03/07/2011, às 22h23 - Atualizado às 22h56

Patrícia Poeta, Jim Carrey e Rodrigo Santoro - Divulgação/Globo
Patrícia Poeta, Jim Carrey e Rodrigo Santoro - Divulgação/Globo

Em entrevista cedida ao Fantástico, da Rede Globo, o ator canadense Jim Carrey (49), que esteve no Brasil para o lançamento do filme Os Pinguins do Papai, contou à apresentadora Patrícia Poeta (34) como começou a criar seu lado comediante. “Quando eu era criança, adorava ver meu pai contar histórias infantis. E enquanto ele lia, eu tentava imitar os personagens. Eu também ficava muito de castigo e aproveitava para fazer caretas na frente do espelho.

O humorista ainda acrescentou que uma parte triste da sua vida o ajudou a desenvolver suas interpretações. “Minha mãe sofria muito de depressão, então sempre ficava tentado fazê-la rir com as minhas brincadeiras”, afirmou o ator, que também disse ter ficado impressionado com o carinho do público brasileiro, durante o bate-papo exibido neste domingo, 3.

No meio da conversa, Rodrigo Santoro (35), que atuou ao lado do canadense na comédia O Golpista do Ano, entrou na sala para cumprimentar Jim Carrey e o presentear com uma tigela de açaí. O ator brasileiro também aproveitou o momento para agradecer ao amigo por ter sido tão bem recebido por ele em Hollywood. A dupla também se divertiu ao lembrar que passou fome durante as filmagens do longa em que contracenaram, tudo para manter o físico exigido no filme.